• Redação

Átila Abreu salva um top10 para a Shell na volta final do pioneiro GP do Galeão

Trio da maior patrocinadora do esporte a motor no Brasil e no mundo tem jornada difícil no Rio

A pioneira experiência da Stock Car em pista montada no aeroporto do Galeão foi marcada por desafios para o trio da maior patrocinadora do esporte a motor no Brasil e no mundo. No fim do dia, coube ao sorocabano Átila Abreu o melhor resultado da Shell na terceira etapa do campeonato, com o décimo lugar na corrida 2.


O top10 veio na volta final, graças a uma ultrapassagem dupla do Chevrolet Cruze #51, selando uma formidável jornada de recuperação do vice-campeão de 2014 no retorno da categoria ao Rio de Janeiro.


Átila largou a primeira corrida em 20º e passou a primeira parte da prova na disputa em torno do top20, sempre acompanhado de Ricardo Zonta e Galid Osman.


Depois da janela de pit-stops, o Corolla #10 e o Cruze #51 avançaram, tirando proveito de abandonos de concorrentes com problemas de pneus e perda de capôs, enquanto o carro #28 foi obrigado a fazer uma parada extra. Na bandeirada final, Átila apareceu em 16º e Zonta em 18º. Galid consegui retornar, cruzando a linha em 29º.

A segunda corrida teve início ainda mais conturbado, com a chegada de chuva na curva 1. Zonta logo foi coletado e forçado a se retirar. Galid fez belo ataque por dentro, mas em questão de duas curvas também acabou coletado em outro incidente, abreviando sua trajetória na etapa.

Átila passou ileso pelos incidentes iniciais e entrou no top15 na volta 7, após a segunda intervenção do carro de segurança. Ele foi um dos primeiros a fazer seu serviço obrigatório de pits e deixou o box em vigésimo.


Depois ganhou terreno com as paradas dos concorrentes e era 13º no fim da janela. Abriu a penúltima volta uma posição à frente e, na bandeirada, conseguiu mais um top10 em 2022.


A Stock Car retorna à ação nos dias 14 e 15 de maio, no Velocitta.

3 views0 comments