• Victor Nunes Freitas

BICHO COLORADO DOMINAM ADVERSÁRIO NA ESTREIA

Após 10 anos de ausência, argentinos estão de volta à Libertadores.


No primeiro jogo do grupo F, o Argentinos Juniors dominam e vencem o Nacional – URU. O jogo foi marcado pela estreia de Andrés D’Alessandro que foi anunciado em janeiro, foi apresentado em fevereiro, mas só estreou agora no inicio da temporada de 2021 para os uruguaios.


O clube argentino dominou as ações durante o jogo e acabou o primeiro tempo na frente com gol do atacante Aválos, ex-Peñarol. A história do gol: após cobrança de falta de Elias Gomez na área, o zagueiro Quintana escorou de cabeça pro atacante uruguaio marcar.


No segundo tempo, o clube argentino continuou pressionando o time uruguaio que não oferecia muito perigo a meta do goleiro Chaves, que pouco trabalhou no jogo. O jogo parecia mudar quando o zagueiro Quintana entrou forte no estreante do dia e recebeu o segundo amarelo e consequentemente o cartão vermelho. Com a expulsão, o Nacional subiu suas linhas e partiu pra cima pra aproveitar a superioridade numérica e isso surtiu efeito reverso, e aos 42 minutos o Argentinos aproveitou e deu números finais ao jogo.


A história do gol: em contra-ataque puxado por Javier Cabrera, ele passou a bola pra Florentin, ele achou Emanuel Herrera, que driblou o zagueiro uruguaio e tirou as chances do goleiro Centurión de defender.

Emanuel Herrera entra bem e define a vitória do Argentinos Juniors. - Foto: Divulgação, Argentinos Juniors.

O CARA DO JOGO: Emanuel Herrera, ele entrou no lugar do atacante Aválos e mexeu com o jogo após o seu time ficar com um a menos. Detalhe que além do gol, ele segundos antes tinha colocado uma bola no travessão.


DECEPÇÃO: A estreia de Andrés D’Alessandro não foi do jeito que ele esperava. Participou os 90 minutos de jogo mas pouco fez para mudar a história do Nacional na partida.


CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO F



7 views0 comments

Recent Posts

See All