• Theofilo Barbosa Cordeiro

BAHIA PASSEIA EM SALVADOR

No estádio Pituaçu o Bahia não tomou conhecimento do Guabirá e goleou a equipe boliviana pelo placar de 5x0.


O Tricolor da boa terra entrou em campo com uma equipe reserva e mesmo assim não teve dificuldades para vencer. Na etapa inicial, o Bahia começou bem e aos oito minutos abriu o placar, numa bela jogada pela direita do estreante Thonny Anderson, ele dribla o adversário e toca rasteiro e Alesson só teve o trabalho de empurrar para as redes. Aos 25, o Guabirá teve uma grande oportunidade de empatar a partida, o árbitro marcou um pênalti para os visitantes e o atacante Juan Vogliotti telegrafou a cobrança, e o goleiro Teixeira fez a defesa evitando o empate dos bolivianos.

Depois disso o Bahia foi muito superior e aos quarenta, o zagueiro Juninho amplia o marcador numa bela cabeçada e deixa o Bahia em vantagem. Aos 20 da segunda etapa o Bahia marcou o terceiro numa bela cabeçada no canto esquerdo do goleiro e seis minutos depois, fez o quarto do Tricolor. Alesson fechou o caixão do Guabirá e marcou o quinto gol do jogo e decretou a vitória dos baianos.


O Bahia precisava vencer para não se distanciar do líder Independente, que na próxima rodada terá um confronto direto pela liderança contra os argentinos. Na próxima rodada precisa da vitória pra fica na liderança, já que na Sul-Americana só o primeiro colocado de cada grupo passa para próxima fase.


CRAQUE DO JOGO: O destaque do jogo vai para o ponta Alesson, bastante criticado pela torcida do Bahia, hoje ele procurou bastante o jogo, levou o Bahia pro ataque, foi caçado em campo pelo adversário e fez dois gols e deu uma assistência, então mais que justo ele ser o melhor em campo.


DECEPÇÃO: A decepção vai para o paraguaio Óscar Ruíz, poderia ser o time todo do Guabirá, mais numa partida praticamente fácil, Óscar Ruíz conseguiu se destacar negativamente, apagado em boa parte do jogo, veio aparecer no final da partida, mais furou a bola em duas oportunidades de gol e perdeu mais três oportunidades contra o fraquíssimo goleiro Mustafa.



INDEPENDIENTE VENCE E É O LÍDER ISOLADO


Os donos da casa entraram em campo contra o Montevideo City Torque no estádio Libertadores da América. Com um time alternativo, a equipe argentina saiu perdendo na segunda etapa, mais virou a partida e manteve a liderança do grupo B.

A partida começou morna e as chances criadas foram chutes de longa distância que não causaram nenhum problema para os goleiros e a etapa inicial ficou no 0x0. No segundo tempo, o jogo esquentou e logo aos quatro minutos o Montevideo abriu o placar, numa bela triangulação o meia Marcelo Allende mandou um lindo passe para o atacante Gustavo Del Prete que só teve o trabalho de tirar do arqueiro e fazer um a zero pra equipe visitante.


Aos dezoito minutos, o goleiro do Montevideo Fiermarin saiu jogando errado, Andres Roa foi esperto entrou na área e só fez rolar a pelota para Silvio Romero empatar para o Independente. Com isso o time da casa cresceu na partida e oito minutos depois, o iluminado Jonathan Herrera vira a partida pro rei de copas.


Nos minutos finais o Independente marca o terceiro, em mais um escanteio alçado na área, o jogador Matias Cóccaro marca contra e sacramento a vitória do Independente.

O Independente precisava do resultado já que o Bahia tinha vencido a equipe do Guabirá, e agora Independente vai enfrentar a equipe baiana em Salvador, para manter a liderança do grupo B, uma vitória dos argentinos ele abre cinco pontos do Bahia e caminha passos largos para a classificação.


CRAQUE DO JOGO: O destaque do jogo tem que ser ele Jonathan Herrera, que começou a partida no banco e entrou na segunda etapa para virar o jogo, que foi decisivo para manter a equipe argentina na liderança do grupo.


DECEPÇÃO: A decepção vai para o goleiro Fiermarin, que no melhor momento do Montevideo no jogo ele fez uma lambança e facilitou o empate dos donos da casa, e ficou difícil da equipe segurar o ímpeto do Independente.


CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO


Recent Posts

See All