• Redação

Brasileiro fez oito ultrapassagens na primeira volta da segunda corrida

Com estratégia ousada Collet lidera novamente em Ímola, mas seguidas bandeiras amarelas comprometem estratégia da equipe

Caio Collet completou neste domingo a segunda etapa da Fórmula 3 FIA, na preliminar do GP da Emilia Romagna de Fómula 1, em Ímola. Com uma estratégia ousada adotada pela equipe MP Motorsport o brasileiro ganhou oito posições na primeira volta, chegou a liderar a corrida, mas as seguidas intervenções do safety car fizeram com que o piloto terminasse a segunda prova da etapa em 13º lugar.


Largando em nono lugar em uma pista úmida, Collet e sua equipe optaram por sar com pneus de chuva. Ao apagar das luzes escalou o pelotão e saltou de nono para primeiro na primeira volta.


No terceiro giro de corrida o safety car foi acionado após batida entre dois concorrentes. Collet que havia aberto dez segundos para o segundo colocado teve sua vantagem diluída e com a pista secando fez a parada nos boxes para colocar os pneus de pista seca, retornando em vigésimo primeiro.


Na relargada o brasileiro superou um concorrente, nas voltas seguintes avançou ainda mais uma posição ultrapassar Enzo Trulli. Na sequência o safety car foi acionado novamente após escapada de pista de Brad Benavides.


Neste momento Collet já era o 17º colocado, na relargada o piloto da MP Motorsport evitou os acidentes e ganhou uma posição.


Na 10ª volta de prova o safety car foi acionado após rodada do líder da prova. Três voltas mais tarde aconteceu terceira relargada, Collet fez uma ótima manobra sobre David Schumacher e Nazim Azman para assumir saltar para o 14º lugar.


Na última volta Collet se aproveitou da briga entre dois concorrentes para ganhar o 13º lugar, posição em que recebeu a bandeira quadriculada.

O próximo compromissso de Caio Collet pela Fórmula 3 FIA acontece nos dias 20 e 21 de maio, em Barcelona.


O que ele disse:


"Foi mais um fim de semana difícil para nós, escolhemos a estratégia errada na corrida principal. Largar com o pneu de chuva foi bom, pulamos de nono para primeiro na primeira volta e passamos com uma boa vantagem para o segundo colocado. A idéia era abrir o máximo possível para parar e colocar o pneu seco depois. O safety-car é algo que foge do nosso controle e nas condições que tinhamos era a decisão correta para se tomar, mas no final ela não saiu como a gente esperava. Precisamos pontuar bem em Barcelona depois de um começo difícil de temporada e entrar de vez no campeonato."

Caio Collet

5 views0 comments