• Guilherme Fressato

COMEÇOU O CAMPEONATO PARANAENSE 2022

Sejam bem-vindos amigos da Estante do Esporte, voltei falando de uma das coisas que mais me traz lembranças boas da família e da infância, o campeonato estadual, o “Ruralzão” 2022. Eu e meu inexorável radinho a pilha acompanhamos todos os jogos dessa primeira rodada, ou aqueles que ocorreram. Trago aqui para vocês um breve relato.

No Sábado, 22, a bola rolou e deu início ao campeonato. O Coxa venceu o Cianorte após muito domínio, mas com muita dificuldade no trecho final muito por conta da excelente defensiva do Leão do Vale. Igor Paixão, cria da base e integrado ao elenco profissional desde o ano passado, foi às redes e fez a torcida alviverde vibrar pela primeira vez no ano. CORITIBA 1 X 0 CIANORTE.

Após viajar de Paranaguá até Cascavel para o duelo pela rodada inicial, o Rio Branco acabou tendo que retornar sem jogar, por conta de não inscrever jogadores para a disputa. A equipe do litoral sequer foi ao Olímpico Regional, pegando a estrada mais cedo do que o previsto para retornar. Mesmo com ambas as equipes enviando uma solicitação a Federação para remarcação da partida, e não sendo aceite, a partida terminou com WO. O Cascavel FC, aproveitou para realizar treinamento entre titulares e reservas em preparação para o próximo compromisso. CASCAVEL 3 X 0 RIO BRANCO.


Festa em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O Independente Futebol São Joseense disputa pela primeira vez a elite estadual, trazendo é claro, toda a energia da cidade empolgada junto. Sob o forte Sol do final da manhã, em jogo marcado para as 11 horas do Domingo, Independente e Azuriz voltaram a se encontrar pelo estadual, em 2020 quem levou a melhor foi a equipe do sudoeste que seria campeã da Série Prata daquele ano. O time da casa pressionou e criou as melhores chances, quem movimentava o jogo eram Caio e Gabriel Honório mostrando muito talento e preocupando a defensiva da equipe do Sudoeste. O Azuriz sentiu bastante dificuldade com o entrosamento e principalmente com o gramado utilizado, uma vez que o Estádio Cilmar Pedro Goergen utiliza grama sintética. I. SÃO JOSEENSE 0 X 0 AZURIZ.


Na Arena da Baixada, clássico da Rebouças entre Athletico e Paraná Clube. A equipe da casa utilizou sua estratégia de vários anos para a disputa estadual dando rodagem e cancha para o seu “expressinho”, com muitos jovens e alguns veteranos em recuperação. O Paraná por outro lado com equipe renovada para o ano muito desafiador, entrando em um estadual com o maior peso de sua história. Com a bola rolando o que se viu foram duas etapas distintas. No primeiro tempo o anfitrião tinha a posse de bola, mas o visitante era eficaz no contra-ataque e levava perigo, mas sem movimentar o placar. O segundo tempo foi de ataque athleticano contra a defesa paranista. O Tricolor não tinha mais fôlego para investir em escapadas de contra-ataque. O prêmio para o domínio do Furacão veio no final, aos 50 minutos de jogo, Rômulo artilheiro da base balançou as redes paranistas e selou a vitória. ATHLETICO 1 X 0 PARANÁ.


No Norte do estado também houve grande duelo, o clássico do Café. O Londrina, atual campeão estadual, recebeu o time que carregava em seu nome agora toda a rivalidade de muitos anos, apesar de muito jovem, o Maringá. O Tubarão conseguiu manter em seu elenco muitos jogadores que estiveram na campanha de permanência da equipe na série B nacional em 2021. Tomando a iniciativa e tendo mais as ações, o Londrina não conseguia acertar o último passe. Enquanto o visitante chegava com bolas paradas e muito perigo. No segundo tempo, o placar movimentou-se bastante, em um “toma lá, da cá”, o time da casa teve gol de Douglas Coutinho anulado, na bola parada Ronald abriu o placar para os visitantes em um escanteio. Mas sem tempo para comemoração, Douglas Coutinho sofreu pênalti e Eltinho converteu para o Londrina. Pouco depois, Jhonny Lucas encontra Douglas Coutinho que anotou o segundo, virando a partida. O campeão volta e mostra credenciais para o campeonato de 2022. LONDRINA 2 X 1 MARINGÁ.


No jogo que fechou a rodada, em Ponta Grossa, o Operário recebeu o União de Francisco Beltrão que retorna a elite. Reforçado o Fantasma entra como um dos favoritos ao título, enquanto o visitante tenta manter-se na elite por mais uma temporada. No jogo os donos da casa esmagaram o adversário tentando de diversas formas chegar ao gol. A boa defesa do time do Sudoeste paranaense no entanto impedia com bom posicionamento e excelentes intervenções de seu goleiro. No segundo tempo, Paulo Sérgio mostrou que é artilheiro e implacável conseguindo chegar ao tento, dando a vitória para os donos da casa. OPERÁRIO 1 X 0 UNIÃO



PRÓXIMA RODADA:

26/01

19:00 - CASCAVEL X UNIÃO / PARANÁ X AZURIZ

21:30 - MARINGÁ X ATHLETICO / LONDRINA X I. SÃO JOSEENSE

27/01

19:00 - CIANORTE X RIO BRANCO / OPERÁRIO X CORITIBA

34 views0 comments

Recent Posts

See All