• Redação

COMEÇOU AS OLIMPÍADAS 2020

O Torneio Olímpico de Futebol Feminino Tóquio 2020 começou hoje, com alguns encontros emocionantes e uma grande virada iluminando um dia de abertura repleto de gols.


Grã-Bretanha 2–0 Chile

Londres 2012 veterana Ellen White estava em dobro quando a Grã-Bretanha marcou seu retorno ao palco olímpico em grande estilo, desfrutando de uma vitória confortável e dominante sobre o estreante Chile.


China PR 0–5 Brasil

Marta conquistou dois gols, tornando-se a primeira jogadora a marcar em cinco torneios olímpicos de futebol feminino, enquanto o Brasil produzia uma exibição implacável para afastar seus oponentes chineses infelizes, mas superados.


Suécia 3–0 EUA

Suécia surpreendeu os campeões mundiais no palco olímpico mais uma vez, mas, ao contrário de 2016, esse triunfo não foi devido a uma defesa dura e compacta e nervos de aço em um tiroteio. Desta vez, eles partiram para o ataque, superando de forma abrangente seus tão elogiados oponentes para infligir a primeira derrota no reinado de dois anos e 24 jogos de Vlatko Andonovski.


Japão 1-1 Canadá

Canadá parecia no caminho certo para os três pontos, mas o sempre confiável artilheiro Mana Iwabuchi garantiu um empate valioso para os anfitriões, faltando seis minutos para o final. Christine Sinclair, em seu 300º internacional - apenas a quarta jogadora a atingir essa marca - chegou tarde na área para abrir o primeiro tempo. Houve cenas notáveis, quando a goleira canadense Stephanie Labbe salvou um pênalti aos 54 minutos antes de ser forçada a sair de campo devido a uma lesão.


Zâmbia 3-10 Holanda

A Holanda superou completamente a 104ª Zâmbia, com uma vitória recorde de 10-3 em Miyagi, com ambas as seleções fazendo sua estreia no futebol olímpico. Os europeus colocaram a disputa para cama depois de correr para uma vantagem de 6-1 no intervalo, com as atacantes Vivianne Miedema e Lieke Martens liderando. Miedema marcou quatro gols para ajudar a Holanda a superar o recorde do torneio de 8 a 0 estabelecido pela Alemanha em 2004, com o atacante holandês igualando os quatro gols marcados por Birgit Prinz na mesma partida. O capitão da Zâmbia, Barbra Banda, marcou um impressionante hat-trick.


Austrália 2–1 Nova Zelândia

Austrália venceu por um gol ímpar em três para reivindicar o direito de se gabar dos Antípodas neste encontro das co-anfitriãs da Copa do Mundo Feminina da FIFA 2023 ™. Os Matildas pareciam estar a caminho da vitória depois de uma vantagem de 2-0 no intervalo, graças ao excelente jogo de abertura de Tameka Yallop e a uma bela cabeçada de Sam Kerr à beira do poste. Mas a Nova Zelândia nunca permitiu que suas cabeças caíssem e provocou um final nervoso quando a substituta Gabbi Rennie voltou para casa nos acréscimos.

6 views0 comments

Recent Posts

See All