• Redação

Copa Truck - Iveco Usual Racing coloca Giaffone, Pivetta e Abbate no pódio

Felipe Giaffone inicia a disputa do título com top-4 geral e Abbate lidera na Super Truck


A segunda etapa da Copa Truck, em Santa Cruz do Sul, foi de muita comemoração para a Iveco Usual Racing. O time de Laranjal Paulista colocou os três caminhões no pódio neste domingo, Felipe Giaffone subiu ao pódio pela segunda vez na temporada com o quinto lugar na corrida 2 e ocupa a quarta posição no campeonato.


Raphael Abbate venceu a corrida 1 e foi terceiro na segunda prova da Super Truck, além de subir ao pódio nas quatro provas disputadas na pista gaúcha lidera o campeonato na classe.


Djalma Pivetta teve uma atuação perfeita neste domingo e colocou o caminhão #21 no pódio da corrida 2 da Super Truck com o quinto lugar. O piloto de Laranjal Paulista fez uma excelente prova de recuperação e escalou sete posições para fechar a segunda prova no 10º lugar geral.


O próximo compromisso da equipe Iveco Usual Racing acontece no dia 1 de maio, em Interlagos, pela terceira etapa da Copa Truck.

As corridas:


Após realização do classificatório na manhã deste domingo, Felipe Giaffone partiu do sexto lugar do grid, Raphael Abbate foi 12º e Pivetta décimo sétimo.


Com pista úmida Giaffone e Abbate mantiveram suas posições na largada enquanto Pivetta escapava dos incidentes e vinha no 18º lugar.


No segundo giro Raphael Abbate superou Evandro Camargo, assumiu o 11º lugar e a liderança na Super Truck. O restante dos caminhões da Iveco Usual Racing manteve suas posições.


Nos minutos finais Felipe Giaffone passou a atacar Wellington Cirino e Regis Boessio em busca do quarto lugar, o multicampeão tentou de todas as formas, mas sem espaço para a manobra no travado circuito de Santa Cruz do Sul recebeu a bandeira quadriculada na 6ª posição.


Raphael Abbate conseguiu manter o bom rendimento do sábado e venceu na Super Truck, sendo o 11º geral. Djalma Pivetta também fez uma excelente prova de recuperação e conquistou o quarto lugar na Super Truck.


Com o grid invertido entre os oito melhores da corrida 1 Giaffone partiu do terceiro lugar na segunda prova, Abbate saiu em 11º e Pivetta largou do 17º lugar.


O cronometro da prova abriu com safety car, na volta seguinte a largada foi abortada. A corrida 2 começou de fato na abertura da terceira volta, diversos caminhões perderam o ponto de freada para a primeira curva e para escapar das batidas Giaffone teve que ir para a área de escape, caindo para o 9º lugar. Na volta seguinte era o oitavo após ultrapassar Regis Boessio.


Abbate que vinha mais atrás conseguiu fugir dos acidentes e saltou parar o sétimo lugar, Pivetta era o 18º geral.


Na abertura da quarta volta Giaffone assumiu o sétimo lugar de Abbate colocando o truck por dentro da curva 1 em busca da recuperação.


Faltando cinco minutos para o fim Giaffone teve muita perícia para desviar de um concorrente que havia rodado, na sequência o piloto do truck #4 assumiu a sexta posição. Pivetta vinha em uma ótima escalada de 4 posições e já ocupava o 13º lugar geral, sendo o 6º na Super Truck.


Na penúltima volta Giaffone assumiu a quinta posição, Abbate era o sétimo geral e terceiro na Super Truck, Pivetta vinha em sexto na classe e 12º geral.


Após 11 voltas completadas Felipe Giaffone fechou a prova em quinto, conquistando o segundo pódio do fim de semana. Abbate subiu pela quarta vez no pódio ao conquistar o terceiro lugar na Super Truck e o sétimo lugar geral.


Djalma Pivetta deu show na segunda prova em Santa Cruz do Sul, escalou sete posições, foi o décimo colocado geral e subiu no pódio pela primeira vez no ano com o quinto lugar na Super Truck.


2 views0 comments