• Fernando Lima

DEU BRASIL E SUÍÇA NO MÉXICO

O Campeonato Mundial de Fórmula E da ABB FIA sai do México com um novo líder do campeonato.

Com provas interessantes neste circuito que tinha problemas na aderência em vários pontos do asfalto desgastado e com rachaduras, e um MODO ATTACK que causou alguns encontros mais acirrados e até mesmo batidas.


BRASIL NO TOPO APÓS DESCLASSIFICAÇÃO DO VENCEDOR

Di Grassi lidera a Audi com direto a dobradinha em Puebla após desclassificação do Wehrlein da equipe Porsche.


Lucas di Grassi venceu a corrida no CBMM Nióbio Puebla E-Prix válida pela 8ª etapa, liderando em casa uma dobradinha para a Audi Sport ABT Schaeffler, à frente do companheiro de equipe Rene Rast.


Parecia que uma vitória inaugural desta pista para a equipe TAG Heuer Porsche, com Pascal Wehrlein liderando a competição desde o início, apenas para os Porsches serem desqualificados por não declararem seus pneus, o que deixou Di Grassi e Rast na primeira e segunda posição consecutivamente, com Edo Mortara da ROKiT Venturi Racing fechando o pódio.


O resultado garantiu que Robin Frijns, da Envision Virgin Racing, mantivesse a primeira posição no Campeonato Mundial de Pilotos, mas o atual campeão Antonio Felix da Costa ficou a dois pontos depois de terminar em sexto lugar, enquanto apenas quatro pontos separam os cinco primeiros. Rast, por sua vez, saltou para a quarta posição, a apenas quatro pontos de Frijns.


Tudo pode mudar, e rapidamente, na Fórmula E.


NA SEGUNDA PROVA, O SUÍÇO FOI PERFEITO

Mortara majestoso no México vence a nona etapa em Puebla.


Pela segunda vez em sua carreira na Fórmula E, Edoardo Mortara ergueu o troféu de vencedor para o ROKiT Venturi Racing após dominar a estratégia com a desafiadora zona de ativação do MODO DE ATAQUE para controlar a corrida da liderança.


Pascal Wehrlein recuperou de sábado para reclamar a segunda posição. O piloto da TAG Heuer Porsche empurrando Mortara com força até que um pequeno erro permitiu que uma brecha se abrisse para o líder. Mal sabia o piloto alemão que seria punido novamente e perdendo o segundo lugar e troféu da etapa devido uso impróprio do FANBOOST e foi punido por 5segundo caindo pra 4º lugar.


O estreante da Virgin Racing da Envision, Nick Cassidy, conseguiu um pódio bem disputado, recuperando-se de uma queda no sábado e arrebatando o terceiro lugar do pole position Oliver Rowland (Nissan e.dams).


"Que fim de semana para nós - 40 pontos em dois dias! Esta vitória de hoje é fantástica", disse Mortara. “O Pascal estava muito forte hoje, foi difícil mantê-lo para trás”. Usamos mais energia na primeira parte da corrida para abrir espaço e na segunda tive que economizar mais energia.
“Estou feliz por estar aqui, o carro estava muito competitivo, a equipe colocou uma grande estratégia. Tentamos maximizar nosso potencial cada vez que corremos e fazemos o nosso melhor o tempo todo. Estou feliz com a nossa temporada, então distante."

Com a vitória, Mortara subiu para o topo da classificação dos pilotos em oitavo lugar na tabela, com o suíço-italiano agora com 10 pontos de vantagem sobre Robin Frijns (Envision Virgin Racing).


Mas com outro cabeçalho duplo imprevisível, tudo isso pode mudar quando as corridas totalmente elétricas retornarem às ruas da cidade de Nova York em 10 e 11 de julho no circuito de RED HOOK que fica no bairro de Brooklyn.



6 views0 comments