• Carlos Salvador

CATARINENSE 2021, O QUE ESPERAR

Terra do Equilíbrio

Se todo ano, antes de começar o Campeonato Brasileiro, lemos que ‘dos 20, 12 são candidatos ao título’, podemos dizer o mesmo do Campeonato Catarinense. Dos 12 times que disputam o certame, temos um grupo de pelo menos 6 times que são candidatos reais ao título. A Dupla da capital, Figueirense e Avaí, são os maiores campeões e quase sempre entram como favoritos. Joinville, o 3º maior vencedor do estado, encara um jejum de 20 anos, mas começou o ano erguendo duas taças locais. O Criciúma, catarinense mais vezes vencedor de títulos nacionais. Chapecoense, atual campeã da Serie B nacional, atual campeã do estado e vencedora de 3 dos últimos 5 campeonatos disputados. Há ainda o emergente Brusque, que em 5 anos saiu da divisão de acesso estadual, para vencer Copa SC em 2018, Serie D em 2019, e conquistar o acesso a Serie B em 2021. Desses 6 postulantes ao título, independente da tradição, história ou momento, o leve favoritismo é para o verdão do oeste, e do próprio Brusque, por tudo que ambos vem construindo nos anos recentes.

Mas o campeonato é de 12, e não podemos esquecer que a diferença entre o melhor e o pior é muito pequena. Há ainda correndo por fora, o Marcílio Dias de Itajaí, que fez uma boa Série D em 2020. Logo abaixo, temos um grupo de 5 times em que pelo menos 1 deles vai surpreender e conquistar vaga nas quartas de final, e brigar com todas as forças para não ficar entre os dois últimos: Juventus de Jaraguá do Sul, que surpreendeu e foi semifinalista em 2020, Concórdia que se manteve na elite, e os recém ascendidos: Próspera campeão da Série B; o tradicional Hercílio Luz duas vezes campeão do estado nos anos 50 e o Metropolitano de Blumenau. Desse grupo de 5 times, olho no Hercílio Luz que vem construindo um planejamento para passar de fase, conquistar uma vaga na Serie D em 2022 e jogá-la em sua nova e moderna Arena que será inaugurada no mesmo ano.


O Formato

O Campeonato Catarinense de 2021 será disputado por 12 clubes que jogam em turno único, onde os 2 últimos (11º e 12º) caem para a Serie B, e os 8 melhores se classificam para as quartas de final, que são disputadas em cruzamento olímpico (1x8 – 2x7 – 3x6 – 4x5) em ida e volta, até semifinais e final. São duas vagas diretas para a Copa do Brasil de 2022.


Transmissões

O futebol catarinense é um dos pioneiros a nível estadual quando se fala em Pay Per View digital. Em 2018, lançaram o FC Play, plataforma via internet em que você adquiria todo o campeonato, para ser assistido de onde estiver. Em 2021 a plataforma continua firme, e neste ano mostrará 5 dos seis jogos da rodada ao vivo. O outro jogo não transmitido pelo FC Play, será o jogo escolhido para ter transmissão em TV aberta pela NSC, afiliada da TV Globo no estado, que terá exclusividade de 1 jogo por rodada. A novidade fica para a transmissão em TV fechada pela emissora TVWA, que adquiriu também 1 partida por rodada para ser transmitida ao vivo, e a escolha será livre dentro dos 5 jogos que não estão na TV aberta.

Clássicos e Regiões Representadas

Ilustrações do Ed Carlos


Os clubes do campeonato concentram-se a maioria em regiões litorâneas ou próximas. Dez dos 12 clubes estão nessa faixa, as exceções são Concórdia e Chapecoense, que jogam no oeste do estado e sofrerão com maiores distâncias em viagens. No sul, temos o clássico da cidade carvoeira, entre Criciúma e Próspera. Perto dali, com menos de 60km temos o Hercílio Luz, na cidade de Tubarão. Na Capital, a rivalidade do estado mais conhecida nacionalmente. Mais acima, temos o duelo do Vale do Itajaí, com Brusque e Marcílio Dias. Próximo deles está o Metropolitano de Blumenau, que mandará seus jogos na cidade de Ibirama. Do norte do estado o Joinville tem a proximidade com o Juventus de Jaraguá do Sul, mas que não chega a ser uma rivalidade tão extrema, e no Oeste como já citado, Chapecoense e Concórdia, vizinhos, fazem o derby da região.

Distâncias

Os clássicos municipais são as disputas entre times praticamente vizinhos. Se o Clássico da Capital é disputado com distância de 14 km entre os estádios, em Criciúma, os dois estádios são separados por apenas 3 km. Se tivesse torcida, dava pra ir a pé. Já a menor distância entre clubes de cidades diferentes é entre Brusque e Itajaí que são próximos em poucos 37 km. Daí a rivalidade no vale. Já as maiores distâncias vem da Chapecoense. A partida mais próxima está a 82km, que é contra o Concórdia, mas o estádio da Chape está a longínquos 563km do estádio do Avaí.

141 views0 comments

Recent Posts

See All