• Guilherme Fressato

CAMPEONATO AMAZONENSE DE FUTEBOL 2021

Seja bem-vindo amigo leitor e amante do futebol, acompanhe e descubra comigo tudo sobre o futebol amazonense.


Vamos começar nossa viagem embarcando no Campeonato Amazonense de 2021, ou como é conhecido pelo pessoal, o Barézão 2021. Será a 105ª edição do campeonato, que é disputado desde 1914. Vale ressaltar que são 57 edições profissionais, que ocorrem desde 1964.


ÚLTIMOS CAMPEÕES


A edição do campeonato referente ao ano de 2020 foi concluída na última segunda-feira (01), que teve como campeão o Penarol Atlético Clube em cima do atual tricampeão Manaus Futebol Clube. Abaixo, você vê uma tabela com os campeões da última década (2011 à 2020).


ANO CAMPEÃO

2011 PENAROL

2012 NACIONAL

2013 PRINCESA DO SOLIMÕES

2014 NACIONAL

2015 NACIONAL

2016 FAST CLUBE

2017 MANAUS

2018 MANAUS

2019 MANAUS

2020 PENAROL


MAIORES CAMPEÕES

Na hora da disputa de um campeonato, uma copa ou qualquer outro torneio que seja, a camisa pode pesar, e muito. No Amazonas, quem reina soberano é o Nacional, com a sala de troféus lotada. Mas te convido para conhecer os demais, que tal vermos quantas taças do Barézão cada time tem?


TIME TÍTULOS

NACIONAL 43

RIO NEGRO 17

FAST CLUBE 7

SÃO RAIMUNDO 7

MANAUS 3

PENAROL 3

SUL AMÉRICA 2

PRINCESA DO SOLIMÕES 1

HOLANDA 1


FÓRMULA DE DISPUTA

Quais são as equipes qualificadas para a disputa? Todos os clubes que permaneceram na série A no campeonato de 2019 (Manaus, Nacional, Princesa do Solimões, Penarol, Fast Clube e Iranduba), o campeão e o vice-campeão da série B do campeonato de 2019 (Amazonas e São Raimundo) e o campeão e o vice-campeão da série B do campeonato de 2020 (Cliper e JC).


O campeonato possuirá 4 fases: fase classificatória, quartas-de-final, semifinal e final.


· Fase classificatória – Todos os times se enfrentam em turno único em sistema de pontos corridos. Com a desistência do Fast Clube todos terão 8 partidas, com 4 mandos e uma rodada de descanso. Em caso de empate na classificação seguem os critérios de desempate:

1. maior número de vitórias;

2. maior saldo de gols;

3. maior número de gols pró;

4. confronto direto;

5. sorteio.


É importante frisar que o time melhor classificado nessa fase, leva a vantagem do segundo mando de campo e dos resultados iguais para as fases eliminatórias. Não haverá rebaixamento.


· Quartas-de-finais – O tradicional cruzamento olímpico (1º x 8º, 2º x 7º, 3º x 6º, 4º x 5º), vantagem de segundo mando de campo e resultados iguais para o melhor classificado na primeira fase;


· Semifinais – O classificado do confronto 1º x 8º enfrentará o classificado entre 4º x 5º. A outra semifinal será composta entre os classificados entre 2º x 7º e 3º x 6º. Com o segundo mando sendo do clube “que estiver à esquerda na tabela” e a vantagem de empate de quem teve a melhor classificação na fase classificatória. Confuso, sim, mas é como está no regulamento.


· Final – Agora fica mais fácil, o time classificado da semifinal com melhor campanha na fase classificatória tem o mando de campo e a vantagem dos resultados iguais.


OS TIMES

Chegamos, amante do futebol. Agora vamos conhecer o panorama e a realidade dos times que iniciam a disputa. Lembrando que a nova diretoria do Fast Clube optou por abdicar da participação para organizar a administração e as finanças do clube, mas garantindo a participação na série D do campeonato brasileiro.

AMAZONAS FUTEBOL CLUBE

Fundado em 23 de maio de 2019, o clube é sediado em Manaus. A Onça Pintada da Zona Leste subiu da série B já no seu primeiro campeonato, como campeã. Na edição de 2020, comandada por Ruy Scarpino, não passou da primeira fase. Sofreu um baque na última semana, com o falecimento do treinador, comovendo a toda comunidade esportiva. O clube repatriou Lecheva para a disputa do campeonato de 2021 e conta com a experiência de Ibson para brigar por mais. O clube tem mandado seus jogos na Arena da Amazônia.

ATLÉTICO CLIPER CLUBE

Fundado em 1 de junho de 1952, o clube é sediado em Manaus. O clube debutou em âmbito profissional a partir de 1996, mas nunca com grande protagonismo. Em sua galeria de títulos, possui duas conquistas da segunda divisão estadual (1956 e 2020) e uma Copa do Amazonas (2002). A Águia Dourada estava fora há 14 anos da elite estadual e vem apostando em Charles Chenko, retirado de sua pausa. Seus mandos tem sido na Arena da Amazônia.

ESPORTE CLUBE IRANDUBA DA AMAZÔNIA

Fundado em 18 de janeiro de 2011, o clube tem sua sede na cidade de Iranduba, na região metropolitana de Manaus. Já tradicional no futebol feminino no cenário estadual e nacional, o Hulk da Amazônia vem com orçamento modesto e tenta fazer bonito na elite masculina do futebol. Seus mandos de jogos são na Arena da Amazônia em Manaus.

JC FUTEBOL CLUBE

Fundado em 11 de fevereiro de 2019, o clube tem sua sede em Itacoatiara, na região metropolitana de Manaus. Assim como o Iranduba, tem no futebol feminino seu grande trunfo e chega pela primeira vez a elite estadual. O Tigre do Norte é treinado pelo português Paulo Morgado, que comandou a equipe na campanha do acesso em 2020. O Estádio Floro Rebelo de Mendonça é sua casa.

MANAUS FUTEBOL CLUBE

Fundado em 5 de maio de 2013, o clube tem sede em Manaus. Apesar de jovem, é fruto de um projeto de ex-diretor do Nacional e vem dando muito certo. O clube está atualmente na série C do campeonato brasileiro, e conquistou os títulos estaduais de 2017, 2018 e 2019; sendo vice-campeão em 2020, além de ganhar cada vez mais adeptos. O técnico Luizinho Vieira tem à sua disposição o elenco que fez grande campanha no campeonato anterior, e irá buscar a hegemonia do futebol amazonense no Barézão 2021. O clube manda seus jogos na Arena da Amazônia.

NACIONAL FUTEBOL CLUBE

Fundado em 13 de janeiro de 1913, o clube tem sua sede em Manaus. O mais tradicional clube do Amazonas é o maior detentor de títulos do estado. Apesar disso, o Naça já está há 5 anos sem títulos e sem vagas nos campeonatos nacionais. Com necessidade de boa campanha, o clube mantém o elenco e comissão de 2020 para essa missão. O Leão da Vila Municipal precisa mostrar novamente aos mais novos o quão grande é.

PENAROL ATLÉTICO CLUBE

Fundado em 8 de agosto de 1947, o clube tem sua sede em Itacoatiara. Seu nome foi inspirado no Peñarol do Uruguai, quando parou na cidade para realização de um treino e as cores no Nacional, na época o time mais famoso do estado. Entre idas e vindas do campeonato, foi nos últimos anos que o Leão da Velha Serpa começou a ter destaque. É o atual campeão e maior campeão do interior, tem vaga garantida na série D e Copa do Brasil de 2021. O time conta em seu elenco com Acosta e sua experiência para tentar mais uma vez mostrar que está em busca do protagonismo. O clube manda seus jogos no Estádio Floro Rebelo de Mendonça.

PRINCESA DO SOLIMÕES ESPORTE CLUBE

Fundado em 18 de agosto de 1971, o clube tem sua sede em Manacapuru, cidade da região metropolitana de Manaus. Seu nome é em homenagem a alcunha da cidade, por ser considerada a princesa do Solimões. O time não disputou o campeonato de 2020 por precaução a pandemia. Já foi campeã estadual e nesse ano, sem muitos destaques, vai buscar fazer de sua casa um fator importante na campanha. O Tubarão do Norte manda seus jogos no Estádio Olímpico Governador Gilberto Mestrinho.

SÃO RAIMUNDO ESPORTE CLUBE

Fundado em 18 de novembro de 1918, o clube tem sua sede em Manaus. Outro clube muito tradicional do cenário amazonense, porém com apenas 7 títulos estaduais. O Tufão teve seus planos frustrados após as derrotas para o Penarol e para o Fast nas fases finais do estadual de 2020, ficando sem calendário nacional em 2021. A diretoria decidiu manter a mesma equipe e comissão técnica na Colina, para assim tentar buscar um calendário mais amplo com a Copa do Brasil e série D do Brasileirão em 2022. O clube manda seus jogos no Estádio Ismael Benigno, a Colina.



Amigos, apresentados os campeonatos e seus participantes. A cada rodada nos encontraremos para conhecer cada vez mais o futebol amazonense, o Amazonas e seus destaques

26 views0 comments

Recent Posts

See All