• Vranlei Correa

GIRO DA RODADA – PARAZÃO

A 3° rodada do Parazão foi bem econômica nos gols, mas não na emoção. Confira o que rolou de melhor nos confrontos desta semana.

PÊNALTI POLÊMICO DEFINE A PARTIDA

A Tuna Luso foi à Castanhal visitar o time da cidade, e voltou para casa indignada. A Águia Guerreira jogou muito bem e parecia que a sua primeira vitória estava encaminhada, após gol marcado por Pedrinho. Porém, nos acréscimos da partida, o árbitro Gustavo Ramos marcou um pênalti pra lá de polêmico para os donos da casa, causando revolta nos visitantes. Pecel, um dos artilheiros da competição, cobrou com categoria e garantiu o empate para o Japiim.

Resultado: Castanhal 1 x 1 Tuna Luso

FEZ O DEVER DE CASA

O Remo fez mais uma vítima na competição e manteve o 100% de aproveitamento. Atuando no Estádio Banpará Baenão, o Leão Azulino mostrou um bom futebol e envolveu por completo o time do Itupiranga, mas pecava muito nas finalizações. O gol que definiu a partida foi uma bomba de Dioguinho, que morreu no ângulo esquerdo do goleiro Dida. No fim do jogo, um erro da defesa azulina quase comprometeu o resultado, com o Crocodilo reclamando bastante de pênalti, no qual o árbitro Joelson Nazareno ignorou e mandou seguir.

Resultado: Remo 1 x 0 Itupiranga

MUITO CALOR E POUCO FUTEBOL

Jogando na manhã de domingo (14), no estádio Diogão, o Bragantino recebeu o Águia de Marabá e esperava uma sorte melhor. Debaixo de um sol forte, as duas equipes entraram determinadas a resolver o jogo ainda na primeira etapa, com várias chances criadas, mas todas foram desperdiçadas. Na segunda etapa, o forte calor e a falta de preparo físico influenciaram na queda de rendimento das equipes, onde se transformou num festival de passes errados e cartões amarelos.

Resultado: Bragantino-PA 0 x 0 Águia de Marabá

ZERO NÃO SAI DO PLACAR

Ainda na manhã de domingo, na Arena Verde, o Paragominas recebeu o Tapajós, buscando sair da lanterna da sua chave. O jogo foi bem equilibrado, e as duas equipes bem que tentaram, mas a bola não queria entrar. Destaque para a defesa do Boto, que freava com excelência as investidas do Jacaré.

Resultado: Paragominas 0 x 0 Tapajós

VIRADA NO MAMAZÃO

Jogando em casa, no estádio Mamazão, o Carajás recebeu o Paysandu e buscava a sua recuperação na competição. Em um confronto bem equilibrado na primeira etapa, o time da casa partiu pra cima dos bicolores no segundo tempo e, aos 32 minutos, fez o primeiro gol do jogo com PH. Mas o Papão da Curuzu renasceu e, aos 41 minutos, empatou com gol de Nicolas. Nos acréscimos Gabriel Barbosa, o Gabigol da Curuzu, aproveitou a sua chance e marcou seu primeiro gol como profissional, decretando a virada para os bicolores.

Resultado: Carajás 1 x 2 Paysandu

MAIS UMA DERROTA PARA OS GUERREIROS INDÍGENAS

Jogando no estádio Zinho Oliveira, em Marabá, o Gavião Kyikatejê recebeu o Independente e buscava seus primeiros pontos na competição. Porém, o Galo Elétrico não queria dar sopa para o azar e tratou logo de garantir a vitória com um gol em cada tempo. Os gols foram de Raílson aos 12 minutos da primeira etapa; e Darnlei aos 16 minutos da segunda etapa.

Resultado: Gavião Kyikatejê 0 x 2 Independente


CAMPEONATO PARALISADO

Com o crescente aumento de casos de infectados por covid-19 no estado e, visando o bem-estar da população, o governador Helder Barbalho decretou “lockdown” na região metropolitana de Belém. Mesmo que o decreto seja válido apenas para as proximidades da capital, a Federação Paraense de Futebol decidiu atender a orientação do Governo do Estado e vai paralisar o Parazão por 7 dias, a partir desta segunda-feira (15).

Recent Posts

See All