• Redação

F2: Lawson vence na Arábia Saudita Sprint Race com Sargeant e Doohan se unindo

Liam Lawson, da Carlin, manteve a calma em uma corrida Sprint repleta de ação em Jeddah para conquistar sua primeira vitória na Fórmula 2 da temporada e seu terceiro pódio consecutivo. O neozelandês superou três reinícios do Safety Car para vencer Jüri Vips, da Hitech Grand Prix, e Jake Hughes, da Van Amersfoort Racing.

Largando em segundo, Hughes apostou nos macios Pirellis e liderou por períodos da corrida antes de eventualmente ceder a Lawson e Vips, que estavam ambos em médios.


Hughes ficou em terceiro, enquanto Felipe Drugovich conquistou seis lugares de 10º para quarto. Calan Williams, da Trident, também liderou por uma pequena parte da tarde, mas caiu para quinto pela bandeirada depois de lutar pelo ritmo no final.


O companheiro de equipe da Williams na Trident, Richard Verschoor, terminou em sexto, à frente de Ayumu Iwasa, da DAMS, e Ralph Boschung, da Campos Racing.


COMO ACONTECEU

Dennis Hauger foi promovido para inverter a pole do grid depois que Jack Doohan, da Virtuosi Racing, foi desclassificado da qualificação e o piloto da PREMA Racing deu uma excelente demonstração sobre como fugir nos médios.


O tempo de reação de Hughes não foi tão rápido, pois o piloto da Van Amersfoort Racing ficou em segundo lugar com os pneus macios e perdeu um lugar para a Williams. Um Safety Car inicial interrompeu a ação depois que Amaury Cordeel perdeu o controle de seu Van Amersfoort e colidiu com a parede.


Restavam 14 voltas quando a ação recomeçou e Hauger voltou à liderança, com Williams e Hughes a reboque. Lawson conseguiu correr à frente de Iwasa antes que um segundo Safety Car fosse necessário, desta vez por causa de uma colisão nas costas entre Doohan e Logan Sargeant.


Quando o Safety Car foi chamado de volta, Hauger passou pelo pitlane. Voltando em 12º, o piloto de corrida PREMA foi o único piloto a fazê-lo e mais tarde foi punido com 10s de stop-and-go por entrar no pit lane quando fechado.


Hauger seguiu Bernd Mayländer para os boxes na volta 14 para cumprir sua penalidade de 10 segundos, quando a Williams assumiu a liderança da corrida. Mas o Trident tinha Hughes como companhia e o piloto de Van Amersfoort o mandou para o P1.

Lawson seguiu Hughes para o segundo lugar, já que os esforços defensivos de Williams se mostraram em vão. Enquanto isso, Hauger voltou dos boxes em último lugar.


Vips conseguiu uma dupla ultrapassagem audaciosa de seu companheiro de equipe Marcus Armstrong e Iwasa da DAMS para o quarto lugar, antes de cambalear para Williams para roubar o último lugar do pódio.


Hughes estava lutando com os médios, e isso permitiu que Lawson o passasse facilmente na reta principal para a liderança. Agora em segundo lugar, Hughes tinha um intervalo de três segundos entre ele e Vips em terceiro antes que outro Safety Car fechasse a diferença, desta vez depois que Armstrong girou seu Hitech na pista e perdeu o motor.


Restava apenas uma volta quando a corrida recomeçou e Williams perdeu novamente no reinício, caindo para quinto atrás de Drugovich, enquanto Vips começou a perseguir Hughes. O britânico fez o possível para aguentar, mas o Hitech abriu caminho na frente durante uma corrida de arrancada até a linha de chegada.


Verschoor havia conquistado Iwasa pelo sexto lugar durante o reinício, com Boschung conquistando os pontos finais atrás deles.


LEIA MAIS: 'Não é hora de desacelerar', diz Caldwell após um promissor treino livre


CITAÇÃO PRINCIPAL – LIAM LAWSON (CARLIN)

“Conseguimos sobreviver aos primeiros 70% da corrida e estávamos em terceiro na segunda relargada. Consegui a liderança nas últimas voltas.


“O carro era muito, muito rápido, então um enorme obrigado a Carlin e a todos. Espero que possamos fazer algo semelhante amanhã.”




A VISÃO DO CAMPEONATO

Lawson agora lidera o Campeonato de Pilotos com 34 pontos, com Vips em segundo com 27 e Pourchaire em terceiro com 25. Drugovich é o quarto com 19 pontos, à frente de Boschung em quinto com 18.


No Campeonato de Equipes, a Carlin é a primeira com 43 pontos, à frente da Hitech com 37 e da ART com 25. A MP Motorsport é a quarta com 19 pontos e a Campos a quinta com 18.


QUAL É O PRÓXIMO?

Depois de conquistar a pole na sessão de qualificação de sexta-feira, Drugovich largará do primeiro lugar na corrida de domingo às 16h35, horário local.


Confira o horário de transmissão aqui

14 views0 comments