• Redação

F2 - SPRINT RACE: Verschoor controla a abertura em Sakhir

Richard Verschoor conquistou a primeira vitória de Trident na Fórmula 2 em uma divertida corrida de abertura da temporada em Sakhir, assumindo a liderança com as luzes apagadas e cruzando para a vitória à frente dos favoritos ao título da pré-temporada Jehan Daruvala e Liam Lawson.

Verschoor foi o último piloto a ser anunciado antes da nova temporada, mas se tornou o primeiro vencedor, com o holandês conquistando uma segunda vitória neste nível. Ultrapassando o lento Felipe Drugovich fora de linha, a vitória do piloto Trident raramente parecia em dúvida.


Jehan Daruvala chegou mais perto de desafiar Verschoor, mas o piloto da PREMA Racing perdeu tempo enquanto lutava com Ralph Boschung pelo terceiro lugar, com o piloto da Campos Racing fazendo uma defesa valente, antes de cair do pódio nas voltas finais.


Lawson de Carlin foi o único a roubar o último lugar no pódio de Boschung, deixando o piloto suíço para se contentar com o quarto lugar à frente do pole position Drugovich.


Logan Sargeant, da Carling, e Jüri Vips, da Hitech Grand Prix, terminaram em sexto e sétimo depois de uma batalha emocionante, com Ayumu Iwasa conquistando a posição final dos pontos após uma estreia fenomenal do último ao oitavo lugar.


COMO ACONTECEU

A Trident só conquistou seu primeiro pódio na F2 na campanha de 2021 e não estava no degrau mais alto na segunda divisão desde Luca Ghiotto na campanha de 2016 da GP2, mas o novo recruta Verschoor falou sobre as chances da equipe italiana antes da abertura e estava começando do segundo.


O holandês – que venceu a Sprint Race 2 em Silestone na última temporada – cumpriu sua promessa no início, assumindo a liderança quando o pole position Drugovich foi engolido pelo pelotão.


Drugovich caiu para sexto quando Ralph Boschung arremessou seu Campos de P6 para P2, completando seu percurso de quatro carros contornando Daruvala na curva 3, que havia conquistado uma posição fora da linha. Lawson e Théo Pourchaire foram os outros beneficiários da fuga pantanosa de Drugovich, passando para quarto e quinto.


A largada foi interrompida por um Safety Car inicial depois que Marcus Armstrong foi marcado por Jake Hughes e girou até parar. O piloto de Van Amersfoort, que já havia caído para nono, foi rapidamente punido com uma penalidade de 10s.


Verschoor acelerou o reinício e começou a sair do alcance do DRS. Atrás dele, Pourchaire foi forçado a puxar seu ART para os boxes e se aposentar em quinto.


Depois de um início frenético, o pelotão parecia ter se estabelecido em suas posições no meio do caminho, antes de Vips fazer uma jogada em Jack Doohan para o sexto lugar, que sabia que estava derrotado pelo ritmo e resistiu à vontade de defender.

Daruvala estava atacando Boschung pelo segundo lugar e conseguiu ficar um pouco à frente de um Virtual Safety Car, que foi trazido depois que Hughes parou no cascalho. Clément Novalak fez contato com o piloto britânico e o piloto da MP Motorsport recebeu uma penalidade de 10s como punição.


Daruvala e Boschung começaram a batalha quando as corridas recomeçaram, mas apesar de algumas idas e vindas, o resultado permaneceu o mesmo, com Daruvala em segundo e de olho em Verschoor. O holandês havia conquistado uma sólida vantagem de 3,6s antes do VSC, mas Daruvala conseguiu reduzir para 2,1s a cinco voltas do final.


Os impressionantes esforços defensivos de Boschung foram em vão, já que o piloto de Campos viu um terceiro pódio na F2 escapar por entre os dedos após uma ultrapassagem de Lawson a três voltas do final. O piloto suíço pelo menos se manteve em quarto à frente de Drugovich.


Depois de uma largada lenta que quase o fez perder os pontos, Sargeant conseguiu ligar os pneus na segunda metade da corrida e se recuperou para terminar em sua posição inicial original de sexto, à frente de Vips.


Iwasa pode reivindicar ser o piloto do dia, já que o piloto DAMS conquistou incríveis 14 lugares do último ao oitavo lugar no grid. O júnior da Red Bull não conseguiu marcar um tempo na qualificação devido a uma aposentadoria antecipada, mas lutou para chegar aos pontos finais.


CITAÇÃO CHAVE – RICHARD VERSCHOOR (TRIDENT)


“Estou muito, muito feliz por vencer a corrida hoje. A equipe trabalhou muito para conseguir isso. Eles estavam muito motivados antes da temporada e eu também. É por causa dos meus patrocinadores que estou aqui agora, e agradeço a todos eles. Estou realmente ansioso para amanhã.”




A VISÃO DO CAMPEONATO

Verschoor lidera o Campeonato de Pilotos com 10 pontos à frente de Daruvala com oito e Lawson com seis. Boschung é o quarto com cinco pontos, à frente de Drugovich com quatro.


No Campeonato de Equipas, a Trident é a primeira com 10 pontos à frente da Carlin com nove e da PREMA Racing com oito. A Campos Racing é a quarta com cinco pontos e a MP Motorsport é a quinta com quatro pontos.


QUAL É O PRÓXIMO?

O estreante da Virtuosi Racing, Doohan, largará da pole à frente de Théo Pourchaire, da ART Grand Prix, na primeira corrida da temporada, com as luzes apagadas às 7h40 com transmissão pelo BandSports e pela F1 TV

0 views0 comments