• Redação

F3 - Martins vence em Sakhir e vence Leclerc

O piloto da ART Grand Prix, Victor Martins, conquistou a glória na corrida de abertura da temporada de Fórmula 3 da FIA 2022 em Sakhir, derrotando Arthur Leclerc, da PREMA Racing, na vitória.

Martins manteve-se paciente durante as primeiras etapas da corrida, depois de largar da terceira posição da grelha, mantendo-se perto do estreante Franco Colapinto, que liderou a maior parte da corrida. No entanto, na volta 15, o mais experiente Martins fez sua jogada para a liderança.


Leclerc produziu outra forte recuperação de 13º no grid, avançando até o segundo lugar pela bandeira quadriculada.


Colapinto, da Van Amersfoort Racing, cruzou a linha de chegada em terceiro lugar, mas foi penalizado em cinco segundos por violar os limites da pista, o que o levou a cair para o quinto lugar, enquanto Gregoire Saucy herdou o último lugar no pódio.

COMO ACONTECEU

Embora ele tenha produzido um resultado surpreendente na qualificação com a pole position, sem dúvida seria uma tarefa mais difícil para Colapinto manter a vitória enquanto ele continua a se acostumar com o novo ambiente da F3.


No entanto, nas etapas iniciais da corrida, o argentino parecia confortável na frente. Ele foi forçado a lidar com um reinício do Safety Car, que foi necessário depois que Francesco Pizzi e Zane Maloney pararam no circuito na primeira volta. Pizzi foi cutucado por Maloney, que estava caindo no pelotão devido a um problema mecânico após as primeiras curvas.


Caio Collet também foi vítima da primeira volta, pois quebrou a suspensão dianteira ao passar por cima de um meio-fio na curva 7, tendo tirado o carro do circuito para evitar um possível contato entre os rivais.


No reinício do Safety Car, Martins ultrapassou Roman Stanek pela P2, mas o piloto da Trident logo seria eliminado da disputa depois de se juntar a Alex Smolyar. Stanek sofreu um furo e foi forçado a voltar ao pit lane para um novo conjunto de pneus.


Um breve Virtual Safety Car foi chamado na volta 6 depois que Nazim Azman, da Hitech Grand Prix, foi girado após o contato. No reinício, Leclerc fez um trabalho rápido com o vencedor da corrida de sábado, Isack Hadjar, e David Vidales, da Campos Racing, para se colocar entre os cinco primeiros.

Mais à frente, Juan Manuel Correa parecia ter ritmo rápido e passou para os três primeiros depois de ultrapassar Smolyar, com este último também logo atrás de Leclerc. Houve então um desgosto para Hadjar, que sofreu um furo enquanto lutava contra Smolyar pelo quinto lugar.


Leclerc progrediu para os três primeiros depois de passar por Correa, enquanto atrás e fora dos pontos, seus dois companheiros de equipe PREMA, Jak Crawford e Oliver Bearman, começaram a avançar para o top 10, progredindo por um fluxo de 15 ou mais carros que foram separados por apenas um punhado de segundos.


Depois de perseguir Colapinto por várias voltas, Martins fez a ultrapassagem crucial na volta 15 e, três voltas depois, o pole-sitter ficou em terceiro, com Leclerc avançando. Embora Leclerc tenha conseguido diminuir um pouco a diferença para Martins, ele não conseguiu cortar o suficiente para lutar pela vitória nas voltas finais.


Bearman e Crawford continuaram a progredir no top 10 e na bandeira quadriculada, eles se encontraram em sexto e sétimo, respectivamente. Colapinto foi rebaixado de volta para quinto devido à sua penalidade de tempo, com Saucy e Correa ganhando um lugar cada um para classificar em terceiro e quarto.


Vidales foi oitavo, enquanto Williams Alatalo marcou seus primeiros pontos da temporada em nono. O americano Kaylen Frederick completou o top 10 para levar o ponto final em oferta.


CITAÇÃO CHAVE – Victor Martins (ART Grand Prix)

“Que corrida, P1 hoje. É um grande retorno após a corrida de ontem e zero pontos marcados.


“A corrida foi simplesmente mega, as ultrapassagens, eu fui em frente. Esperei um pouco atrás do Colapinto, mas no final consegui vencer. Acho que é um bom começo de temporada.”



A VISÃO DO CAMPEONATO

No Campeonato de Pilotos, Martins é o líder da classificação após a primeira rodada, com 25 pontos. Ele está um ponto à frente de Leclerc em segundo com 24, enquanto Bearman é o terceiro com 17 pontos.


No Campeonato de Equipas, o ART Grand Prix sai da jornada inaugural com a liderança, com 54 pontos. A PREMA Racing está logo atrás em 47, enquanto a Hitech Grand Prix fica mais atrás em terceiro com 14 pontos.


QUAL É O PRÓXIMO?

A F3 retornará no próximo mês para a segunda etapa da temporada em Imola, de 22 a 24 de abril. Assim como o Bahrein, será a primeira vez que a categoria visita o circuito.

5 views0 comments