• Redação

Ferrari encerra seca de 45 corridas no GP do Bahrein, com Zhou marcando na estreia

Com seus novos e abrangentes regulamentos técnicos, sabíamos que 2022 poderia ver um novo amanhecer na F1 – e assim foi no Bahrein – com uma série de estatísticas inesperadas lançadas ao longo de fascinantes 57 voltas em Sakhir. Aqui está apenas um punhado dos melhores…

• O vencedor da corrida de abertura da temporada terminou o campeonato como vice-campeão em todas as temporadas desde 2017.


• Antes de hoje, a Ferrari não tinha vitórias em suas últimas 45 corridas – a segunda maior sequência sem vitórias na história da Ferrari, depois de 59 seguidas da Espanha 1990 à Alemanha 1994.


LEIA AQUI: Leclerc lidera 1-2 para a Ferrari no GP do Bahrein, já que ambos os Red Bulls sofrem aposentadorias tardias


• A última vitória da Ferrari também terminou por 1-2 (Cingapura 2019 com Sebastian Vettel e Charles Leclerc).


• Leclerc é o primeiro piloto monegasco a liderar o Campeonato do Mundo.


• É a sua 3ª vitória em 81 partidas na carreira.


• A última vez que a Ferrari liderou todas as voltas de um Grande Prêmio foi na Bélgica 2018.


• Com P2 na segunda Ferrari, Carlos Sainz empatou o seu melhor resultado da carreira (anteriormente alcançado em Itália 2020 e Mónaco 2021).

• O P3 de Lewis Hamilton foi um resultado melhor do que ele marcou na corrida de abertura de 2020, quando venceu seu mais recente Campeonato Mundial (ele terminou em 4º no Grande Prêmio da Áustria de 2020).


• Hamilton fez apenas cinco voltas no pódio durante toda a corrida.


• O companheiro de equipa de Hamilton na Mercedes, George Russell, obteve o melhor resultado da carreira com o P4 em uma corrida completa.


• Kevin Magnussen foi P5 – apenas a 5ª vez que uma Haas terminou entre os cinco primeiros, e vem depois de marcar zero pontos em 2021 e 3 pontos em 2020


• P6 de Valtteri Bottas foi o melhor resultado para a Alfa Romeo desde o Brasil 2019, quando Kimi Raikkonen foi P4 com o companheiro de equipe Antonio Giovinazzi P5.


• Dos seis primeiros carros, quatro eram movidos por motores Ferrari.


• Com o P7, Esteban Ocon da Alpine marcou pontos pela quinta corrida consecutiva, incluindo o final da temporada passada.


• E com Fernando Alonso em P9, a Alpine marcou com os dois carros pela quarta vez nas últimas cinco corridas.


• Nem a Red Bull viu a bandeira quadriculada pela primeira vez desde a Áustria 2020.

• O seu resultado em P10 fez do estreante da Alfa Romeo, Zhou Guanyu, o 66º piloto a marcar um ponto na sua estreia na F1.


• Com P8, Yuki Tsunoda, da AlphaTauri, marcou pontos no Bahrein pela segunda temporada consecutiva.


• O P11 de Mick Schumacher pela Haas foi o melhor resultado da sua carreira.

14 views0 comments