• Fernando Lima

Fim de semana "desafiador" para Dudu Barrichello

Brasileiro escapou dos acidentes na largada e superou três adversários no apertado circuito de rua.

Dudu Barrichello em ação na etapa de Mônaco.

Dudu Barrichello conquistou seu melhor resultado na FRECA nas estreitas ruas de Monte Carlo, com um 15º lugar na corrida 2 deste final de semana.


Barrichello conseguiu superar diversos obstáculos durante o final de semana no circuito monegasco. O primeiro deles aconteceu na sexta-feira ao classificar o carro #91 para as duas provas da etapa em Mônaco.


Para isso, o piloto teve que ser um dos 23 mais rápidos entre os 33 carros que tentavam uma vaga para as duas corridas. Os outros dez pilotos foram divididos em dois grupos de cinco, e completaram o grid de 28 carros de cada prova.


No sábado o brasileiro enfrentou um problema no câmbio logo na largada e foi obrigado a abandonar a primeira prova do final de semana.


Na corrida 2 o desafio foi grande. Largando da 18ª colocação, conseguiu escapar de um grande acidente envolvendo quatro carros e que culminou na capotagem de Nicola Marinangeli.


Todos os pilotos saíram ilesos do acidente, mas como a pista ficou totalmente bloqueada a prova foi paralisada com bandeira vermelha.


A relargada aconteceu em fila indiana e Dudu Barrichello pulou para o 17º lugar ao superar um adversário.

Com pouco espaço no circuito de rua de Monte Carlo, o brasileiro passou a pressionar Elias Seppanen, na tentativa de forçar um erro do adversário e ganhar posições.


Enquanto isso Zane Maloney e Isack Hadjar disputavam a liderança da prova em um duelo muito equilibrado.


Faltando 15 minutos para o final aconteceu um novo acidente na Sainte Dévote. Paul Aron perdeu o controle e bateu no muro provocando a entrada do safety car.


Na relargada Eduardo Barrichello avançou uma posição e neste momento estava em 16º lugar.


Faltando menos de dez minutos para o final da prova, ao mesmo tempo que Dudu superava Elias Seppanen na saída do túnel e assumia a 15ª posição, Emidio Pesce rodava na curva Massenet e batia de traseira no guard rail.


Após 30 minutos de uma prova marcada por diversos acidentes e bandeiras amarelas, Eduardo Barrichello recebeu a bandeira quadriculada em 15º lugar. Zane Maloney foi o vencedor em Mônaco.

O 15° lugar foi um bom resultado diante das circunstâncias.

O próximo compromisso de do brasileiro pela Fórmula Regional By Alpine é nos dias 29 e 30 de maio, em Paul Ricard.


Palavras do Piloto:

“Esse final de semana foi muito desafiador, uma oportunidade incrível poder correr aqui em Mônaco. Você precisa estar muito acostumado a fazer as curvas no limite e não ligar que o muro está lá, até chega a dar umas raspadinhas, como eu fiz. Quando vimos que o quali não foi tão bom sabíamos que o fim de semana não seria o melhor. Mas a minha volta na classificação foi muito boa, eu fiquei muito satisfeito com a minha performance. O carro ainda não está tão bom, embora esteja melhorando, acho que ainda falta bastante, mas estamos indo para o lado certo.”
“Tivemos um problema de câmbio na prova do sábado mas na corrida de hoje consegui escapar de um grande acidente na minha frente, com capotagem. Consegui me livrar da batida e terminei em P15, ou seja, passar três carros em Mônaco foi muito bom.”

Eduardo Barrichello

46 views0 comments