• Redação

Final da UEFA Europa League: Frankfurt - Rangers

Antes do jogo decisivo da UEFA Europa League 2021/22, conheça as equipas que vão lutar pelo troféu em Sevilha.

A final da UEFA Europa League está definida. Conheça as equipas que vão lutar pelo título esta época.


Resultados das Semifinais

Primeiro confronto (28 de Abril)

Leipzig 1-0 Rangers

West Ham 1-2 Frankfurt


Segundo confronto (5 de Maio)

Rangers 3-1 Leipzig (total: 3-2)

Frankfurt 1-0 West Ham (total 3-1)


Frankfurt

Porque pode ganhar

O Eintracht Frankfurt adora esta competição – ganhou a Taça UEFA em 1980 e há um entusiasmo diferente no clube, cidade e toda a região nas noites de quinta-feira. A Europa League revela o melhor de Daichi Kamada, que garantiu uma pequena vantagem na primeira mão das meias-finais frente ao West Ham, e isso parece também ter passado para o resto da equipa de Oliver Glasner.


Ranking UEFA: 27

Como se classificou: vencedor do Grupo D (V3 E3 D0 GM10 GS6), 3-2tot, ap - Betis (oitavas-de-final), 4-3total Barcelona (quartas-de-final), 3-1total - West Ham (semifinais)

Melhor marcador: Daichi Kamada (5)

Temporada passada: não participou nas competições da UEFA

Melhor na Taça UEFA/Europa League: vencedor (1979/80)


Campanha até agora

Com três vitórias e três empates, o Frankfurt passou a fase de grupos invicto, mas Fenerbahçe, Olympiacos e Antuérpia causaram algumas dificuldades, ao passo que precisou de prolongamento para eliminar o Real Betis nos oitavas-de-final. O sucesso sobre o Barcelona nos quartas-de-final, especialmente a vitória por 3-2 na segunda mão, em Camp Nou, ficará para sempre na memória. O facto de terem triunfado no reduto do West Ham, na primeira mão das meias-finais, mostrou que a sua façanha em Espanha não foi por acaso.


Como joga

O Frankfurt costuma ser melhor quando dá alguma iniciativa ao adversário, cedendo a posse da bola e depois atacando em contra-ataque. Assim, tende a criar mais oportunidades frente a equipas teoricamente mais fortes (veja-se o empate ante o Barcelona), mas revela mais dificuldade a construir jogo, embora ocasionalmente também tenha produzido momentos brilhantes.


Jogador-chave: Filip Kostić

O ala-esquerdo Kostić é um perigo constante, com muitos adversários a optarem por marcá-lo com dois jogadores. Os seus cruzamentos são precisos e ameaçadores, proporcionando muitas assistências, e o seu pé esquerdo tem bastante potência na altura de rematar, como o provam os gols frente a Real Betis e Barcelona.


Treinador: Oliver Glasner

No seu primeiro ano em Frankfurt, vindo do Wolfsburgo, Oliver Glasner foi criticado após um mau início de época, mas o austríaco (que conduziu o Wolfsburgo até à UEFA Champions League em 202/21) conquistou adeptos e comentadores graças à sua postura honesta e tranquila.


Sabia que?

O Frankfurt foi apenas a quarta equipa a chegar às meias-finais invicta. O Liverpool foi eliminado em 2015/16 depois de sofrer a primeira derrota da campanha nas meias-finais, mas o Chelsea (em 2018/19) e o Villarreal (na época passada) acabaram por conquistar o troféu.


Rangers

Porque pode ganhar

Depois de afastar o Borussia Dortmund, um dos candidatos ao título, com um resultado total de 6-4, não há motivos para temer ninguém. Defensivamente resiliente e sempre perigoso no contra-ataque, o conjunto escocês é capaz de vencer qualquer adversário quando está em dia sim.


Ranking UEFA: 34

Como se classificou: segundo do Grupo A (V2 E2 D2 GM6 GS5), 6-4tot - Dortmund ("play-off" da fase a eliminar), 4-2total - Estrela Vermelha (oitavas-de-final, 3-2total, ap Braga (quartas-de-final), 3-2total - Leipzig (semifinais)

Melhor marcador: James Tavernier (7)

Temporada passada: oitavas-de-final (D 3-1total - Slavia Praga)

Melhor na Taça UEFA/Europa League: finalista vencido (2007/08)


Campanha até agora

Depois de um início lento na fase de grupos, a campanha do Rangers descolou na fase a eliminar, mostrando ao que vinha com o sucesso sobre o Dortmund, gigante da Bundesliga. As vitórias frente a Estrela Vermelha e Braga deixaram-no muito próximo da final, feito confirmado com uma recuperação incrível nas meias-finais.


Como joga

Enquanto Steven Gerrard se manteve fiel ao 4-3-3, Giovanni van Bronckhorst introduziu mais variedade na forma de jogar do Rangers. O neerlandês tende a favorecer o 4-2-3-1, mas como vimos na primeira mão frente ao Leipzig, também pode apostar em três centrais e colocar os laterais no apoio a um só avançado.


Jogador-chave: James Tavernier

Com sete golos, o capitão Tavernier foi o talismã do Rangers nas competições europeias esta época. Todos os seus gols aconteceram na fase eliminatória, incluindo um bis frente ao Braga, nos quartas-de-final.


Treinador: Giovanni van Bronckhorst

Quando foi escolhido para substituir Gerrard a meio da época, as expectativas depositadas em Van Bronckhorst não eram muito elevadas, e se o campeonato parece perdido para o Celtic, ganhou estatuto junto dos adeptos após guiar a formação de Ibrox até à final.


Sabia que?

Allan McGregor é o jogador com mais jogos europeus pelo Rangers (102).


*No seguimento de decisões do Comité Executivo, o jogo entre o Leipzig e o Spartak Moscovo não se disputou e o Leipzig qualificou-se diretamente para os quartas-de-final.

7 views0 comments