• Guilherme Fressato

VEM AÍ A FÓRMULA E 2021

O QUE É FÓRMULA E ?

De maneira simples, é uma competição de monopostos propelidos por unidades de potências elétricas. Mas assim não tem graça e a categoria é muito maior que isso.


A categoria iniciou em 2014 depois de uma reunião do presidente da FIA Jean Todt e o fundador da categoria Alejandro Agag, com anotações devidamente feitas em guardanapos, como as grandes ideias surgem. Deveria mostrar que, além de sustentável, a tecnologia permitiria corridas eletrizantes, com o perdão do trocadilho, caro leitor. Para atrair e ser cada vez mais notada, as etapas seriam disputadas em circuitos de rua por todo o mundo.


A CURTA, PORÉM, NOTÓRIA TRAJETÓRIA DA CATEGORIA

A concepção do primeiro carro foi rápida para a 1ª Geração (GEN1), um carro totalmente elétrico e com as rodas fora do chassis (open-wheel) como os principais monopostos que você possa lembrar. Na temporada inaugural, as equipes enfrentaram a falta de energia e desempenho por nunca ter sido testada. O regulamento, para compensar isso, permitiu que fossem utilizados dois carros por piloto. Em 2014/15 foram visitados 14 países, incluindo algumas das maiores cidades do mundo como Londres, Miami, Berlim e Pequim.

Claro, a inovadora categoria deveria vir com regras inovadoras, o FANBOOST chegou para aumentar a interatividade com os fãs de todo mundo e dar potência extra para o piloto favorito.


E falando em Pequim, a cidade sediou o primeiro E-Prix (como são chamadas as corridas) da história da Formula E nas ruas do parque olímpico. E, para orgulho dos brasileiros, teve como primeiro vencedor da história Lucas Di Grassi e primeiro campeão Nelson Piquet Jr. Um ponto a frente do suíço Sebastian Buemi, Di Grassi foi o terceiro.

Na temporada seguinte, 2015/16, foi admitido que as equipes começassem a desenvolver os próprios equipamentos. Em 2016/2017, a categoria fez Nova Iorque sediar mais uma vez corridas motorizadas, Pasmem, desde 1896. Foi a primeira vez que a categoria visitou a África em Marrakesh e Hong Kong. Nessa temporada também os carros se tornaram mais robustos e, devido ao rigor das corridas de ruas, começaram a converter mais energia devido as baterias mais tecnológicas que equiparam os veículos.

A quarta temporada trouxe um parceiro de muito peso a ABB, referência tecnológica em energia a nível global. Com isso, os carros GEN2 prometiam vir com maior eficiência e maior velocidade. A Fórmula E começava a experimentar toda a competição entre os fabricantes no desenvolvimento de novas tecnologias. O número de cidades saltava.

A quinta temporada trouxe consigo a introdução dos carros da GEN2. Agora, com maior capacidade nas baterias, os pitstops estavam extintos. Os carros poderiam aguentar 45 minutos de corrida e mais uma volta em ritmo de corrida. Chegaram também pilotos de renome mundial como Felipe Massa, Stoffel Vandoorne e Gary Paffett. A competitividade havia atingido um novo nível nos E-Prixes.

Na temporada mais recente, mesmo com as dificuldades, a categoria chegou a novas cidades ao redor do mundo. Agora, na nova temporada estabelecida e madura, a Formula E vem com mais planos e projetos de deixar o mundo mais sustentável, chamando atenção com os maravilhosos E-Prix. Onde e como acompanhar, você confere na sua agenda da Estante do Esporte.


Conheça as equipes e pilotos da temporada 2021


25 views0 comments

Recent Posts

See All
Cópia de Navegação Blog Banner (7).png

ESTANTE DO ESPORTE

  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

© 2021 Equipe do Estante do Esporte

Newsletter

  • Preto Ícone YouTube
  • Instagram