• Estante Do Esporte

GOL INGLÊS NA COPA AMÉRICA

CHILE VENCE GRAÇAS AO GOL DE BEN BRERETON E ARGENTINA VENCE CLÁSSICO PLATINO


CHILE 1 X 0 BOLÍVIA

Chile recuperou a memória e ganhou da Bolívia por 1-0 nesta sexta-feira na segunda jornada do Grupo A da CONMEBOL Copa América Brasil 2021, um resultado que deixa a 'La Roja' no caminho correto para as quartas de final.


'La Verde', lutou como pôde, mas finalmente foi derrotada pelos chilenos, impulsionados pelo gol de Ben Brereton aos 10 minutos de jogo em Cuiabá.


Os jogadores de Martín Lasarte se sentiram em casa no Arena Pantanal, justo onde o Chile começou com êxito sua aventura na Copa do Mundo de 2014, quando venceu a Austrália, com Jorge Sampaoli no comando.


'La Roja', com este resultado, chegou a 4 pontos após o 1-1 com Argentina na estreia, enquanto a Bolívia sofreu sua segunda derrota consecutiva, após o 3-1 contra Paraguai.


O jogo também serviu para a estreia histórica de um árbitro europeu na CONMEBOL Copa América. O espanhol Jesús Gil Manzano controlou sem complicações as ações e só mostrou três cartões amarelos (dois para a Bolívia, um para o Chile).

Brereton fez o gol da partida.

CURIOSIDADES DA PARTIDA:

· Chile está em uma racha de 6 partidas invicto contra a Bolívia na CONMEBOL Copa América (5V 1E). Além disso, a seleção chilena conseguiu sua terceira vitória consecutiva, na competição, contra a seleção da Bolívia.

· Chile conseguiu marcar pelo menos 1 gol sobre a Bolívia na CONMEBOL Copa América em 7 encontros consecutivos (5V - 1E - 1D). 'La Roja' anotou em 14 dos 15 jogos na competição contra a seleção boliviana.

· Bolívia só recebeu 1 gol do Chile no encontro. Os bolivianos não recebiam menos de 2 gols em um encontro da CONMEBOL Copa América contra um rival de sua confederação desde julho de 2011 quando empatou 1-1 com a Argentina (1V 11D).

· Chile teve 14 finalizações dentro da área da Bolívia, igualando o máximo histórico de finalizações dentro da área rival na CONMEBOL Copa América contra um rival da mesma confederação desde 2007 (14 x Venezuela em 2011, 14 x Panamá em 2016, 16 x México em 2016).

· Carlos Lampe, da Bolívia, defendeu 10 disparos da seleção do Chile: o máximo histórico de defesas na CONMEBOL Copa América desde, pelo menos, a edição 2007.


ARGENTINA 1 X 0 URUGUAI

Pela segunda rodada do Grupo A, a Argentina conseguiu os três pontos no clássico do Rio da Prata com o Uruguai, vencendo por 1 a 0 com gol de Guido Rodríguez, de cabeça, no primeiro tempo.


Como em suas últimas apresentações, a Argentina começou impondo-se em campo. A pressão no campo de ataque foi decisiva para que os comandados de Lionel Scaloni se impusessem no campo adversário, incomodando o rival a todo momento.


Como sempre, dos pés de Lionel Messi saíam as melhores jogadas da ‘Albiceleste’ e aos 6 minutos, o camisa 10 fez seu típico lance da direita para a esquerda, que terminou com grande defesa do goleiro Muslera. O uruguaio também parou cabeçada de Otamendi na sequência.


Porém, aos 12 minutos, Messi cruzou da esquerda e quem apareceu para cabecear foi o volante Guido Rodríguez, que substituiu o lesionado Leandro Paredes e fez seu primeiro gol com a camisa argentina.


No segundo tempo, bem a seu estilo, a Argentina cedeu a bola ao adversário e o Uruguai tentou se aproximar mais do gol de Emiliano Martínez. Mas a Celeste teve dificuldades em criar e não ofereceu grande risco ao rival.


Com essa importante vitória, a Argentina alcançou quatro pontos e lidera o grupo junto do Chile. O Paraguai, com um jogo a menos, tem três pontos, enquanto o Uruguai (também com um jogo a menos) e a Bolívia têm zero pontos.

Com uma marcação forte em sua cola, Messi teve uma apresentação discreta.

CURIOSIDADES DA PARTIDA:

· A Argentina soma cinco partidas invicta contra o Uruguai pela CONMEBOL Copa América (4V 1E). A última vitória do Uruguai foi por 2-0 na edição 1989.

· A Argentina conseguiu ficar sem sofrer gols contra o Uruguai em quatro dos últimos cinco jogos (3V 2E). Os uruguaios não somam dois jogos consecutivos fazendo gol contra o rival desde os duelos de outubro de 2005 (1 a 0 para o Uruguai) e outubro de 2008 (2 a 1 para Argentina).

· É apenas a primeira derrota do Uruguai nos últimos seis jogos da CONMEBOL Copa América (3V 2E). Os uruguaios não sofrem mais de um gol contra rivais da CONMEBOL desde julho de 2007 (2-2 vs Brasil).

· Rodrigo de Paul tentou 64 passes contra o Uruguai, dos quais acertou 58 (90.6%). É o maior número de passes acertados de um jogador argentino na atual CONMEBOL Copa América. Além disso, De Paul é o terceiro jogador com maior média de passes por jogo entre os que disputaram pelo menos 10 jogos na Era Scaloni: 44.8, atrás apenas de Otamendi (54.7) e Paredes (57.9).

· Messi acumulou sua terceira assistência em 18 partidas sob o comando de Lionel Scaloni, no terceiro lugar no ciclo do treinador em passes para gol, igualando Marcos Acuña (3 em 19 partidas), com o segundo lugar para Paulo Dybala (4 em 16) e liderança para Gio Lo Celso (5 em 21).



4 views0 comments

Recent Posts

See All