• Redação

Império Endurance Brasil desembarca em Santa Cruz em clima de decisão

Disputa no Rio Grande do Sul é válida pela 'semifinal' do campeonato e a briga nas principais categorias está acirrada

O Autódromo de Santa Cruz do Sul recebe neste final de semana a penúltima etapa do Império Endurance Brasil. A disputa que terá quatro horas de duração tem sabor de eliminatórias, já que vai decidir quem serão os pilotos e equipes que chegarão à grande final brigando pelo título da categoria que reúne os carros mais rápidos do país.


Nas sete categorias que compõem o torneio, e também na geral, o jogo está aberto. Afinal de contas, 420 ainda estão em disputa. Na P1, que reúne os protótipos mais potentes e velozes, o atual campeão Henrique Assunção lidera ao lado de um dos seus parceiros, Fernando Ohashi, com quem divide o AJR #175. Eles venceram apenas a prova de abertura da temporada, em Goiânia, e a regularidade tem sido a arma para chegar ao título.


“Nosso equipamento tem sido muito confiável. Terminamos todas as corridas sempre marcando muitos pontos e isso está fazendo a diferença a nosso favor. Em Santa Cruz, ter um carro equilibrado e em condições de aguentar as quatro horas de prova será essencial, pois o desgaste dos pneus é grande. O calor também vai cobrar um preço alto do sistema de freios e do próprio motor. Então estamos bastante confiantes e nosso objetivo é segurar a ponta da tabela para chegar na final com o regulamento embaixo do braço e poder fazer uma estratégia de administração da liderança”, disse Assunção.

Principais adversários de Assunção e Ohashi na P1, Emílio Padron e Marcelo Vianna - que há duas etapas contam com o reforço de Renan Guerra a bordo do AJR #11 da equipe Motorcar - são os líderes da geral com 520 pontos somados. Depois da chegada do atual campeão da GT4 Light ao time, eles emplacaram uma vitória e um terceiro lugar que os colocaram na condição de favoritos ao título.


“O Renan chegou muito bem. Ele é um piloto veloz, experiente e que nos ajuda muito na evolução do carro ao longo dos treinos. Santa Cruz é uma pista técnica, seletiva, onde certamente ele será importante para mantermos este ritmo. Além disso, eu e o Marcelo também estamos em um bom momento e queremos consolidar isso em Santa Cruz. E, quem sabe, tomar também a ponta na P1”, disse Padrón.

Disputa quente entre as super máquinas.

Outra categoria que está disputadíssima é a GT3. Os estreantes Marcelo Hahn e Allam Khodair, que competem a bordo de uma McLaren 720s e vêm de vitória em Curitiba, lideram o torneio com 20 pontos de vantagem em relação à Porsche de Ricardo Maurício e Marcel Visconde. “Estamos um ótimo momento no campeonato e isso é essencial na reta final. Santa Cruz é uma pista muito seletiva e, neste aspecto, o excelente nível de pilotagem que o Marcelo vem apresentando ao longo da temporada será o nosso principal diferencial para buscar a segunda vitória seguida”, disse o Japonês Voador, que vem de um pódio na pista gaúcha, competindo pela Stock Car.


Na GT4, a vantagem de Cássio Homem de Mello e André Moraes Jr é mais tranquila. A dupla da Mercedes tem 70 pontos a mais do que o trio da BMW formado por Henry Visconde, Paulo Sousa e Lucas Foresti.

A disputa em Santa Cruz do Sul começa com treinos já nesta quinta-feira. A prova de Quatro Horas de duração será no sábado, à 11h30, com transmissão ao vivo do Bandsports e do canal oficial do Império Endurance Brasil no Youtube.

22 views0 comments

Recent Posts

See All