• Fernando Lima

MUITAS EMOÇÕES NA PORSCHE CUP

Etapa começa com homenagem aos profissionais de saúde e termina com final eletrizante

Depois de mais de dois anos distantes do Autódromo Internacional de Curitiba, os carros de corrida mais produzidos no planeta encerraram a segunda etapa da Porsche XP Private Cup na cidade e já deixam saudade.


A segunda etapa da temporada começou com uma singela e emocionante homenagem aos profissionais de saúde e campanha de doação para o Hospital Erastinho e terminou com um pega entre cinco carros separados por uma fração de segundo na GT3 Cup.


No fim do dia quem saiu com o troféu de primeiro lugar foi Miguel Paludo na Carrera Cup e Ayman Darwich na GT3 Cup.


Vencedor na 4.0 na véspera, Marçal Müller lidera o campeonato com 70 pontos, três de vantagem sobre Paludo.


Na Carrera Sport Fran Lara venceu no domingo e subiu na tabela de pontos, mas quem assumiu a liderança foi Rodrigo Mello com o Porsche #29, ambos favorecidos pelo abandono de Cristiano Piquet.


Francisco Horta venceu pela primeira vez na Carrera Trophy. Ele recebeu a bandeirada muito pressionado por Eduardo Menossi, que é o novo líder da divisão.


Com o pódio duplo em Curitiba, Raijan Mascarello ampliou sua margem no topo da tabela da GT3 Cup. O novo vice-líder é Ayman Darwich, que aparece em primeiro também na classe Sport. Já pela GT3 Trophy o primeiro no campeonato é Nasser Aboultaif, ultrapassando Gustavo Farah nos pontos.


AS CORRIDAS


Carrera Cup

O pole Eloi Khouri veio pela linha interna. Mas Paludo e Werner mergulharam por fora e contornaram o S de baixa lado a lado. Melhor para o hexacampeão, que avançou de quarto para a liderança.


O safety-car foi acionado na segunda volta para remoção do carro de Fernando Croce da área de escape.

Liderando na Sport, Renan Pizii era o terceiro, com Khouri em quarto e Pedro Boesel em quinto. Em nono Sylvio de Barros liderava na Trophy.


Na relargada Pedro Boesel mergulhou na freada do S de baixa mas não conseguiu seguir na pista. Ele caiu para sétimo, e Fran Lara entrou no top5.


Cristiano Piquet se lançou por dentro na freada do S de baixa e passou Fran Lara na volta 6, no momento em que era anunciado drive-thru para Pizii por queima de largada. No mesmo giro, Marçal Müller ultrapassou Alceu Feldmann pelo oitavo lugar.


Sylvio de Barros também foi chamado para drive-thru por queima de largada, com isso a liderança na Trophy ficou para Nelson Marcondes na volta 8.


A dez minutos da abertura da volta final, Paludo tinha quase 1s de margem para Werner e este 5.9s sobre Eloi. O principal pega no top5 era entre Cristiano Piquet e Fran Lara, valendo a liderança na Sport.


Mas eventualmente o carro #3 caiu para sétimo lugar, e Müller entrou no top5.


Na volta 12 foi a vez de Cristiano Piquet perder rendimento com o carro #19. Com seu abandono, Fran Lara recuperou uma posição e a liderança na Sport. Em oitavo, Nelson Marcondes era líder na Trophy.


A um minuto da abertura da volta final, Nelson Marcondes perdeu rendimento e teve que recolher para box. Chico Horta herdou o 11º lugar no geral e a dianteira na Trophy.


Paludo levou com segurança até a bandeirada, para chegar a 34 vitórias na Porsche XP Private Cup. Neugebauer veio em segundo, Khouri em terceiro. Muller e Feldmann completaram o pódio.


Em sexto, Fran Lara prevaleceu na Sport, inclusive se defendendo habilmente de ataque de Enzo Elias no final.

Já a chegada na Trophy foi a mais emocionante do ano até aqui, com Horta, Menossi e Giaffone praticamente lado a lado até a bandeirada.


CAMPEONATOS CARRERA CUP

1. Marçal Muller 70 pontos

2. Miguel Paludo 67

3. Werner Neugebauer 64

4. Alceu Feldmann 54

5. Enzo Elias 47

6. Matheus Iorio 39

7. Eloi Khouri 36

8. Pedro Boesel 33

9. Rodrigo Mello 31

10. Cristiano Piquet 29


GT3 Cup

O pole Leo Sanchez saltou bem na frente e livrou um carro de vantagem sobre o segundo colocado, Ayman Darwich. Em terceiro, Vina Neves mergulhou por dentro atravessando o ponto de frenagem e passando pela grama atingindo o carro #15 já tangenciando a curva.


Outros carros acabaram coletados, com o safety-car sendo acionado imediatamente.


Além de Vina, Bruno Campos, Paulo Sousa e SangHo Kim abandonaram. Edu Guedes, que sequer havia largado, aproveitou a intervenção do carro de segurança e teve seu


carro reparado para retornar à corrida duas voltas atrás do líder, Ayman (piloto da classe Sport). Sanchez conseguiu retornar no fundo do pelotão.


A relargada veio na volta 4, com ataque de Mohr sobre o egípcio. O carro #3 mergulhou também na reta oposta, seguido de muito perto por Raijan Mascarello e Lucas Salles. Em nono, Edson dos Reis liderava na Trophy.


Mohr passou Ayman por dentro na curva da Vitória na conclusão da quinta volta. Salles tentou ataque sobre Mascarello na reta.


Mascarello atacou Ayman no mesmo ponto onde Mohr passou na volta anterior, mas o #555 neutralizou o assédio.


O estreante vinha determinado a ultrapassar o egípcio, e a briga favoreceu a chegada de outros concorrentes. Até a intervenção do safety-car para resgate do carro de Guilherme Bottura interromper a prova, não havia diferença entre o vice-líder e o sexto colocado. Os carros vinham em um compacto grupo dos pilotos Ayman, Mascarello, Lucas Salles, Lucas Peres e Nelson Monteiro.


A relargada veio apenas na volta 12, mas antes mesmo da bandeira verde houve contato entre os carros de Paulo Totaro e Ramon Alcaraz.


Mascarello seguia no encalço de Ayman pelo segundo lugar. E o #555 conseguiu inclusive surpreender Mohr para retomar a liderança no fim da reta na penúltima volta. No mesmo giro, Sanchez comprometeu sua corrida de recuperação após contato com Fontanari –ele já vinha no top10 depois de ter caído para último.


O pega pela vitória foi intenso até a bandeirada. Darwich prevaleceu após Mohr tentar de todos os lados na curva da Vitória. Na bandeirada, os cinco primeiros passaram separados por apenas 0.766, nesta ordem: Ayman, Mohr, Mascarello, Salles e Peres.


O egípcio venceu também na classe Sport, à frente de Caio Castro e André Gaidzinski. Pela Trophy, Edson dos Reis repetiu a vitória da véspera.


CAMPEONATO GT3 CUP

1. Raijan Mascarello 72 pontos

2. Ayman Darwich 58

3. Nelson Monteiro 55

4. Lucas Salles 54

5. Cristian Mohr 52


A próxima jornada da Porsche Cup está marcada para Interlagos, dentro de três semanas.


4 views0 comments