• Fernando Lima

O GLAMOUR DE MÔNACO

TALVEZ O MAIS QUERIDO E O MAIS ODIADO (POR SER MONOTONO) GRANDE PRÊMIO DA F1 RETORNA AO CALENDÁRIO APÓS UM ANO AFASTADO DEVIDO À PANDEMIA.


EM BUSCA DA CENTÉSIMA VITORIA

A Briga entre Mercedes e Red Bull começa ganhar um ar de vitória da Mercedes novamente, e o querido de quase todos Sir Lewis Carl Davidson Hamilton começa a sua busca novamente pela 100ª vitória. Mas antes tem que chegar a 99ª vitória em Mônaco. O histórico recente mostra um favoritismo para o heptacampeão, no qual a última vez que veio no principado, acabou por venceu a prova em 2019.



O AZAR SEM FIM...

O Max Verstappen vem com certeza todo pronto para mostra que o campeonato de pilotos ainda tem como esquentar. Porém o holandês tem que tirar o azar dele nas ruas de Mônaco que no qual ainda não subiu no pódio glamuroso do GP.


Outro que enfrenta este mesmo azar e com menos possibilidade de chegar no pódio é o nosso Charlinhos Leclerc, que desde a época das categorias de base, nunca completou uma prova nas ruas de Mônaco.


PRESSÃO CONTÍNUA

A pressão sobre Pérez já começa aparecer depois de algumas provas na sua nova equipe. O mexicano até o momento não conseguiu ajudar a sua equipe nas estratégias para barrar a Mercedes nas provas da temporada.


O chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, disse depois da Espanha que "precisa desesperadamente" que Pérez esteja na luta para ajudar no mínimo em suas opções estratégicas, então ele vai querer responder na primeira oportunidade possível.



RESSURREIÇÃO

Tanto Alonso quanto Vettel chegam em Mônaco perdendo de lavada para os seus companheiros de equipes. Eles tem agora como se sair melhor na questão da experiência de vencedores nas ruas de Mônaco, e assim provar que ainda tem caldo para se manterem na principal categoria do automobilismo.





TALVEZ UM PÓDIO COM A NOVA PINTURA!!!

A Mclaren vem para o GP de Mônaco com uma nova pintura, de estilo clássico e que não foi vista na F1, mas foi usada em sua história de carros esportivos, assumindo as cores distintas do Golfo no fim de semana de Mônaco. Todo o carro foi alterado com um design impressionante, mas também haverá macacões novos, capacetes especiais para o piloto e um kit de equipe feito sob medida.



CHEGANDO A 750 GPs

A Williams está comemorando um marco em sua história ao entrar em seu 750º Grande Prêmio. Porém, os fãs da antiga equipe do queridíssimo Frank Williams não têm muita esperança de uma prova que possa conseguir um mero pontinho, somente se tivemos um GP caótico como foi o GP de Mônaco de 1996.



E por fim, tudo isso não importa, mas os fãs da Fórmula querem mesmo saber quantas voltas Nikita Mazepin vai durar nas ruas de Mônaco...kkkkk Somente espero que ele não faça igual o bicampeão Alberto Ascari em 1955, no seu Lancia D50, no qual errou na chicane após o túnel e foi parar no mar.

13 views0 comments

Recent Posts

See All