• Renan Correa Leandro

ESTÁ CHEGANDO A HORA DA DECISÃO PRA CADA CLUBE

Acabou a penúltima rodada da primeira fase do Catarinense. Por isso, a coluna de hoje será diferente. Vamos mostrar os resultados dos jogos que aconteceram no último domingo (todos às 16h), mas também vamos dar um panorama do que cada time buscará nas próximas partidas. Classificação? Rebaixamento? Vamos ao panorama das equipes do campeonato estadual mais equilibrado do país!

Marcílio Dias 2 x 2 Chapecoense

Gols: David Batista, Zé Vitor (M); Mike e Perotti (C).


Marcílio Dias: Fez um bom jogo dentro de suas limitações contra o melhor time do campeonato. O pontinho conquistado garantiu o Marinheiro no octogonal final e vai para a última rodada podendo chegar em quarto lugar para ter vantagem de resultados iguais e decisão em casa no octogonal.


Chapecoense: Deu para o gasto. A Chape fez um jogo discreto, mas com o empate (e o empate do Brusque) garantiu a liderança absoluta da primeira fase. Na última rodada, pode colocar um time misto para jogar, focando na fase final.

Concórdia 0 x 0 Criciúma


Concórdia: O Galo do Oeste criou algumas oportunidades, mas não conseguiu marcar. O futebol foi discreto e a chance de vencer em casa era a melhor oportunidade para garantir a permanência na série A. Na última rodada, vai visitar o Brusque depende só de si para ficar na elite.


Criciúma: Continua com os mesmos problemas em seu ataque. Fazer gols tem sido uma raridade no Tigre que tem o pior ataque do campeonato. Termina a décima rodada na zona do rebaixamento e depende de uma vitória contra o Avaí na quarta e uma derrota de Hercílio, Concórdia ou Figueirense. Se não vencer, será rebaixado.

Próspera 1 x 0 Figueirense

Gol: Jessé.


Próspera: Conquistou uma vitória e a classificação para o octogonal coroando um ótimo trabalho de Paulo Baier. O Time da Raça soube jogar todo o campeonato sabendo de suas limitações e aproveitando cada oportunidade para vencer.


Figueirense: É o pior time do Figueirense dos últimos 20 anos. Um time que não tem brio e não tem capacidade para criar. Foram raros os momentos que o Alvinegro jogou um bom futebol e vai para a última rodada com possibilidade de cair para a série B ou de classificar para a próxima fase.

Avaí 2 x 0 Hercílio Luz

Gols: Vinícius Leite e Jonathan


Avaí: Venceu e não deu qualquer chance para o Hercílio Luz. Aliás, durante o Catarinense, o Avaí oscilou, mas parece ter encontrado o bom futebol nas últimas rodadas com uma equipe de consistência defensiva e com alguma criatividade para armar jogadas. Com essa boa vitória, o Leão da Ilha praticamente garantiu o terceiro lugar da classificação e poderá assumir a vice-liderança se vencer na última rodada e o Brusque tropeçar.


Hercílio Luz: Pode-se dizer que o Hercílio Luz é a grande decepção da segunda metade do campeonato. Contra o Avaí, teve pequenos lampejos em chutes de longa distância, mas não chegou a ser uma ameaça. O time de Tubarão se perdeu, demitiu treinador, trocou escalações e o futebol só cai. Vai para a última rodada ameaçado pelo rebaixamento. Precisará vencer a todo o custo.

Metropolitano 3 x 3 Juventus

Gols: Jardel, Jonatha Alagoano, Daniel Bahia (M), Fabinho, Jô e Eric Di Maria (J)


Metropolitano: Marcou os gols, mas após estar vencendo por 3 x 1, permitir ao Juventus o empate, demonstra que o time de Blumenau (que joga em Ibirama, pois o Estádio do Sesi não está mais sendo cedido ao clube) realmente merece cair. Embora tenha chances matemáticas de permanecer na elite, vai depender de uma vitória em Chapecó contra a Chapecoense.


Juventus: Outro trabalho bem feito de um time que entende suas limitações. O Técnico Pingo armou uma equipe que sabe jogar e que marca muitos gols (é o terceiro melhor ataque). Neste jogo contra o Metrô, mostrou poder de reação e buscou o empate na bacia das almas. Está classificado e agora joga em casa contra o Concórdia para buscar uma vantagem no octogonal final.

Joinville 0 x 0 Brusque


Joinville: Defesa com méritos, mas que não sabe armar jogadas. O Joinville jogou contra o Brusque resumindo o que foi na maior parte do campeonato. Uma equipe que sabe se defender, mas que não sabe armar chances de gol. Olhando para a tabela, o Tricolor não está matematicamente classificado e pode não ficar entre os oito melhores a depender dos resultados da última rodada. E outro fator assombra o JEC. Se não classificar entre os oito, ficará sem calendário em 2022.


Brusque: O Quadricolor foi a campo conformado com o empate. Essa foi a impressão que deixou para quem assistiu. O Brusque não teve ímpeto em buscar a vitória e após ficar com um homem a mais, não agrediu. Thiago Alagoano e Junior Pirambu não fizeram um bom jogo. No entanto, permanece na segunda posição da tabela e vai para a última rodada dependendo somente de si para ficar nessa posição que garantiria vantagem nas quartas de final e em uma provável semifinal.


Minha Seleção da rodada (Esquema 4-3-3)

GOL: Roberto (Próspera)

LD: Edinho (Avaí)

ZG: Fernando (Joinville)

ZG: Ianson (Brusque)

LE: Busanello (Chapecoense)

VOL: Jardel (Metropolitano)

ME: Jonatha Alagoano (Metropolitano)

ME: Valdívia (Avaí)

ATA: Fabinho (Juventus)

ATA: Franklin (Marcílio Dias)

ATA: Perotti (Chapecoense)

Técnico: Pingo (Juventus)

CLASSIFICAÇÃO / ARTILHARIA E A RODADA COMPLETA


A PROXIMA RODADA


10 views0 comments

Recent Posts

See All