• Bruno Corazza

Novidades no regulamento técnico na F1 em 2021


Uma grande revolução nos carros estava prevista para a temporada deste ano. O baque com a chegada da pandemia foi grande e praticamente houve o congelamento das evoluções técnicas para 2021. Porém, a versão final do regulamento mostra que teremos pequenas alterações e que podem ser muito interessantes, em vista do que pode vir em 2022.


É unanimidade entre os pilotos que a alta carga aerodinâmica está impedindo que os carros se aproximem e disputem posições. Por não conseguirem se aproximarem o suficiente para tentar a ultrapassagem, há corridas em que são obrigados a se distanciarem e ficarem mais de 2 segundos de distância para não superaquecer o motor.


Por isso que já a partir desta temporada, as principais medidas estão centralizadas na redução em cerca de 10% do downforce. Vamos conferir algumas mudanças para 2021:


Assoalho

- corte diagonal no assoalho à frente do pneu traseiro;

- proibição de orifícios fechados em toda a seção traseira do assoalho;

- alteração de 10mm para 8mm a flexibilização vertical do assoalho;


Difusor

- aletas na metade inferior do duto de freio com largura não superior a 80mm.


Peso

- peso mínimo do carro alterado de 746kg para 749kg;

- peso mínimo da unidade de potência em 150kg.


DED (Direção de Eixo Duplo)

- o inovador sistema ajustável implementado pela Mercedes este ano está proibido, assim como qualquer outro similar.


Efeito “Mercedes Rosa”

A polêmica da Racing Point ser uma cópia da Mercedes fez ser imposta a proibição das técnicas de engenharia reversa através de ferramentas de digitalização. Agora, somente por fotos e vídeos normais dentro de eventos e teste oficiais que sejam acessíveis a todos os concorrentes.

7 views0 comments

Recent Posts

See All