• Fernando Lima

PANDEV SE DESPEDE

HOLANDA ESPREME A MACEDÔNIA DO NORTE E A ÁUSTRIA PASSA DE FASE


MACEDÔNIA DO NORTE 0 X 3 HOLANDA

A seleção da Holanda homenageia Pandev na sua despedida da seleção da Macedônia. (Foto: Divulgação/UEFA)

Um gol de Memphis Depay e dois remates de Georginio Wijnaldum pela Holanda marcaram a diferença no Grupo C, com a Macedónia do Norte e Goran Pandev a eliminarem o UEFA EURO 2020 de forma digna.


Já a caminho de casa, a Macedônia do Norte estava determinada a dar show para aquele que foi o 122º (e provavelmente o último) jogo internacional de Goran Pandev, com Aleksandar Trajkovski chutando forte da entrada da área contra a trave, aos 22 minutos.


No entanto, se ocasionalmente foram frágeis na defesa, os holandeses brilharam no ataque. Uma ameaça constante, Donyell Malen mandou Memphis Depay voando para a frente no intervalo aos 24 minutos antes de receber uma bola de volta e marcar o número 10 para completar uma das jogadas do torneio com seu 28º gol internacional.


Eles voltaram a usar o estilo no início do segundo tempo, com uma bola inteligente de Depay na esquerda dando a Georginio Wijnaldum a tarefa simples de marcar seu 24º gol na Holanda à queima-roupa. Seu 25º foi ainda mais fácil, com o capitão arrumando uma bola perdida depois que Stole Dimitrievski só conseguiu desviar o chute de Depay em seu caminho.


A seleção laranja poderia ter marcado mais; Wout Weghorst acertou em cheio segundos depois de entrar no lugar de Depay, mas o adversário dos oitavas-de-final da rodada sabe que a equipe de Frank de Boer tem muito mais gols.


Jogador em campo: Georginio Wijnaldum (Holanda)


CURIOSIDADES DA PARTIDA:

· Georginio Wijnaldum se tornou o primeiro jogador da Holanda a marcar três gols ou mais em uma fase final de uma EURO desde Ruud van Nistelrooy (4) em 2004

· Memphis Depay já marcou nove vezes em suas últimas dez partidas pela Holanda

· A Holanda já marcou 29 gols em suas últimas dez partidas internacionais; eles marcaram dois ou mais em cada uma das últimas nove partidas internacionais

· Nenhuma equipa marcou mais golos nos jogos da fase de grupos da fase final do EURO do que a Holanda: 46;

· eles terminaram a fase de grupos com um recorde de 100% pela terceira vez, tendo-o também feito no EURO 2000 e no EURO 2008

· Esta é a 11ª vez que a Holanda marcou três ou mais gols em uma partida da fase final do EURO

· Ryan Gravenberch (19 anos e 32 dias) tornou-se o terceiro holandês mais jovem a começar um jogo em uma final importante, depois de Jetro Willems (18 anos 71 dias em 2012) e Bertus de Harder (18 anos 142 dias em 1938)

· A Holanda só não conseguiu marcar em uma das últimas 17 partidas da fase de grupos da fase final do EURO

· A eliminatória dos oitavas-de-final da Holanda terá lugar em Budapeste, que será a sua primeira visita à Hungria desde a vitória por 4-1 no Estádio Ferenc Puskás, a 11 de setembro de 2012, nas eliminatórias para o Campeonato do Mundo de 2014; que fizeram seu recorde no país V4 E1 D2, todos contra a Hungria e todos em Budapeste

· A Macedônia do Norte perdeu suas últimas três partidas; eles não perderam três seguidas desde 2016

· A equipa de Igor Angelovski não marcou pela segunda vez nos últimos 18 jogos internacionais


Escalações:

Macedônia do Norte: Dimitrievski; S Ristovski, Velkovski, Musliu, Alioski; Ademi (Nikolov 78); Bardi (Stojanovski 78), Tričkovski (Churlinov 56), Elmas; Trajkovski (Hasani 68), Pandev (Kostadinov 69)


Holanda: Stekelenburg; Dumfries (Berghuis 46), De Vrij (Madeira 46), De Ligt, Blind, Van Aanholt; F. de Jong (Gakpo 79), Wijnaldum, Gravenberch; Depay (Weghorst 66), Malen (Promes 66)


UCRÂNIA X ÁUSTRIA

Pela primeira vez na história, a Áustria avança de fase na EURO. (Foto: Divulgação/UEFA)

A equipa austríaca ultrapassou a Ucrânia fica na segunda colocação do Grupo C e garantiu a classificação para as oitavas-de-final contra a Itália na sua terceira tentativa - tendo sido eliminado na fase de grupos em 2008 e 2016. No entanto, a Ucrânia deve esperar para saber se eles avançam para a fase eliminatória do EURO 2020 como uma das melhores equipes terceirizadas, qual tem poucas chances deste fato ocorrer.


A corrida pelo lado direito de Xaver Schlager deu início a um confronto direto animado. Comprometendo os números para o ataque, a intenção da Áustria foi clara quando um voleio de Marcel Sabitzer passou por cima, antes de Aleksandar Dragović cabecear ao lado.


Rompendo o impasse aos 21 minutos, Christoph Baumgartner bateu o seu marcador para agarrar o pontapé de canto de David Alaba e empurrar para casa com uma perna esticada - aos 21, o mais jovem goleador do torneio até agora.


Implacável, a Ucrânia respondeu rapidamente, escapando do bloqueio profundo de Das Nationalteam quando Ruslan Malinovskyi escolheu Mykola Shaparenko. No entanto, Daniel Bachmann estava de plantão para defender-se.


À medida que o apito do intervalo se aproximava, Marko Arnautović teve uma oportunidade de ouro para duplicar a diferença, mas o avançado austríaco apenas conseguiu rematar ao lado com um passe medido de Alessandro Schöpf.


Em um segundo tempo contido, Roman Yaremchuk marcou no final do último ataque da Ucrânia, mas a Áustria fez o suficiente para garantir a vitória em Bucareste e garantir sua passagem para as oitavas de final.


Jogador em campo: Florian Grillitsch (Áustria)


CURIOSIDADES DA PARTIDA:

· A Ucrânia ainda não empatou uma partida da fase final da EURO (V2 D7).

· A Ucrânia sofreu pelo menos um golo em cada um dos últimos nove jogos da fase final do EURO.

· A Áustria marcou apenas um gol na EURO 2008 e um gol na EURO 2016 (suas únicas partidas anteriores no EURO). Eles já marcaram quatro vezes no EURO 2020.

· A Áustria liderou ao intervalo pela primeira vez numa fase final de uma EURO - o seu nono jogo.

· A Áustria venceu apenas três das últimas nove partidas internacionais (V3 E3 D3).


Escalações:

Ucrânia: Bushchan; Karavaev, Zabarnyi, Matviyenko, Mykolenko (Besedin 85); Sydorchuk; Yarmolenko, Shaparenko (Marlos 68), Zinchenko, Malinovskyi (Tsygankov 46); Yaremchuk


Áustria: Bachmann; Lainer, Dragović, Hinteregger, Alaba; X. Schlager, Laimer (Ilsanker 72), Grillitsch; Baumgartner (Schöpf 32), Sabitzer; Arnautović (Kalajdzic 90)


CONCLUSÃO DO GRUPO


HOLANDA FOI ATÉ DE CERTA FORMA ME SURPREENDEU NESTA ÚLTIMA PARTIDA, PODE SER QUE OS LARANJAS POSSAM AVANÇAR MAIS A FRENTE NA COMPETIÇÃO


ÁUSTRIA QUE CONTA COM O GRANDE ALABA FEZ UM FEITO HISTÓRICO NO QUAL SERÁ A PRIMEIRA VEZ NA FASE ELIMINATÓRIAS QUE IRÁ ENFRENTAR A ITÁLIA QUE VEM COM 100% (LINK DA MATÉRIA) ACREDITO QUE OS AUSTRÍACOS NÃO IRÃO PASSAR PELOS ITALIANO.


UCRÂNIA FOI QUE ME DECEPCIONOU COM UM COMEÇO BOM CONTRA A HOLANDA E UM JOGO DECISIVO CONTRA A MACEDÔNIA E UM DESASTRE CONTRA A ÁUSTRIA...O TIME DE SCHEVCHENKO MOSTROU QUE TEM QUE MELHORAR SE QUISER ESTAR NA COPA DO MUNDO. A SELEÇÃO AINDA SONHA NA CLASSIFICAÇÃO DESTA EURO MAS ESTÁ BEM COMPLICADA A SUA SITUAÇÃO.


MACEDÔNIA DO NORTE FOI A COADJUVANTE DO GRUPO, FEZ BOAS EXIBIÇÕES MAIS CLARAMENTE FOI A ESTREIANTE MAIS FRACA DESTA EURO, FICA AQUI A MINHA HOMENAGEM AO GRANDE ASTRO DESTA SELEÇÃO ATÉ MESMO DE TODOS OS TEMPOS DA MACEDÔNIA DO NORTE QUE FOI O GORAN PANDEV QUE JÁ VEJO NO FUTURO COMANDANDO A SELEÇÃO DO SEU PAÍS E PREPARANDO UMA NOVA GERAÇÃO.

Recent Posts

See All