• Wendell Sousa

PARAIBANO DE 2021 CANCELADO!!!


O Campeonato Paraibano de 2021 está cancelado. O que aconteceu para chegar a esse ponto? Como ficaram as vagas dos paraibanos nas competições nacionais? Outros campeonatos podem ser cancelados? Vamos conferir!


Na última segunda feira, dia 14/12/2020, a edição de 2021 do Campeonato Paraibano de Futebol foi cancelada em reunião com os 8 clubes participantes, dos quais 7 decidiram pelo cancelamento alegando falta de recursos. A reunião seria do arbitral, para discutir a fórmula de disputa da edição de 2021, porém representantes de 7 equipes - Atlético-PB, Campinense, Nacional de Patos, Perilima, São Paulo Crystal, Sousa e Treze - apoiaram a não realização do estadual, alegando falta de recurso para montagem e manutenção do elenco durante a competição. Apenas o Botafogo-PB é contra o cancelamento do campeonato, os demais se negaram a assinar um acordo de leniência com o Governo do Estado da Paraíba para sanar as dívidas oriundas do extinto programa de incentivo fiscal Gol de Placa, que durou 5 edições, de 2014 até 2019. O fato é que os clubes possuem pendências com o Estado, pois desviaram verbas públicas do extinto Gol de Placa.

Buscando solucionar o impasse, os próprios dirigentes assumiram as irregularidades e propuseram um acordo de leniência para reparar os danos causados. No entanto, esse acordo jamais foi assinado. Por causa disso, eles estão impedidos de ingressar no atual programa de incentivo governamental, o Paraíba Esporte Total. Confira a lista dos clubes e recursos desviados.


Botafogo-PB e Campinense possuem as maiores dívidas: R$ 3.233.410 do Belo e R$ 2.015.980 da Raposa. O terceiro lugar pertence ao CSP, de João Pessoa, que deve R$ 829.180. Na sequência, estão: Atlético de Cajazeiras, com uma dívida de R$ 780.620; Sousa, que deve R$ 766.610, e Treze, com um débito de R$ 618.370.

O caso foi revelado em janeiro de 2019, quando a Operação Cartola, que foi uma investigação feita pelo Grupo de Atuação Especial Contra a Corrupção (Gaeco), do Ministério Público, desvendou esquemas de manipulação de resultados no futebol paraibano. Durante a investigação, foram descobertas fraudes no Programa Gol de Placa, do Governo do Estado.


O esquema funcionava da seguinte forma: os dirigentes dos clubes inseriam CPFs aleatórios para justificar a troca de notas fiscais por ingressos declarados à Fazenda Estadual. O problema é que os documentos incluíam pessoas mortas e também cidadãos que jamais pisaram em solo paraibano. O fato é que os estádios ficavam quase vazios, mas os clubes declaravam públicos de até 15 mil torcedores. A investigação foi feita com base nos benefícios concedidos a 18 clubes do futebol paraibano, que disputaram as edições da 1ª divisão do Campeonato Paraibano nos anos de 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018.

Os clubes investigados nesse período foram: Atlético de Cajazeiras, Auto Esporte, Botafogo-PB, Campinense, CSP, Desportiva Guarabira, Esporte de Patos, Internacional-PB, Lucena (hoje São Paulo Crystal), Miramar de Cabedelo, Nacional de Patos, Paraíba de Cajazeiras (hoje Paraíba de Itaporanga), Queimadense, Santa Cruz de Santa Rita, Serrano-PB, Sousa, Sport Campina (hoje Sport Lagoa Seca) e Treze.


E COMO RESOLVER ESSE IMPASSE?


O Governo do Estado da Paraíba não tem poder para resolver sozinho o impasse, pois outros órgãos compõem a comissão responsável pelo acordo de leniência. Portanto a pressão dos clubes sobre o governo não deve adiantar.


E OS REPRESENTATES PARAIBANOS NAS COMPETIÇÕES NACIONAIS?


4 clubes paraibanos vão disputar competições nacionais em 2021, são elas:

Botafogo-PB: Copa do Nordeste (Seletiva), Série C do Brasileirão


Treze: Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D do Brasileirão


Campinense: Copa do Brasil e Série D do Brasileirão


Sousa: Série D do Brasileirão


De toda forma, Botafogo e Treze terão que montar elencos para disputar a Copa do Nordeste que é disputada em paralelo ao estadual, porém os representantes da próxima edição em 2022 é a questão. Existe a possibilidade de indicação por ranking ou até mesmo a não participação, porém se os clubes e federação conseguirem um acordo com o Ministério Público, Governo do Estado e Controladoria do Estado, o estadual deverá ocorrer. Vale lembrar que o campeonato seria reduzido na edição de 2020 a 10 participantes e, devido aos imbróglios a primeira reunião, ficou decidido que o estadual de 2021 seria com apenas 8 representantes.


OUTROS CAMPEONATOS PODEM SER CANCELADOS?


O fato que ocorreu no campeonato paraibano até o momento é isolado, pois se trata de problemas de corrupção e desvios, porém outros campeonatos podem ser cancelados por outros motivos, como por exemplo a pandemia da Covid-19 que resultou no cancelamento da edição de 2021 da Copa São Paulo de Futebol Junior. Resta esperar e ver se mais alguma competição será cancelada ou adiada.

0 views0 comments
Cópia de Navegação Blog Banner (7).png

ESTANTE DO ESPORTE

  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

© 2021 Equipe do Estante do Esporte

Newsletter

  • Preto Ícone YouTube
  • Instagram