• Redação

Raphael Reis conquista segundo lugar em Rivera pelo TCR South America

Piloto da W2 ProGP soma quatro pódios na temporada

Raphael Reis fechou neste domingo sua participação na quarta etapa do TCR South America, em Rivera, com o segundo lugar na primeira prova. Na segunda corrida do dia o piloto de Brasília foi abalroado logo no começo por um concorrente e terminou na 9ª colocação.


Com os resultados da etapa o piloto da W2 ProGP ocupa a segunda posição no campeonato.


Na primeira prova, partindo da segunda posição do grid, Raphael Reis fez uma largada segura e manteve a posição. A pista estava úmida e alguns pilotos tinham dificuldades em manter o carro na pista com pneus de pista seca.


Na segunda volta Reis abriu vantagem para Alceu Feldmann e se aproximava do líder, o argentino Juan Angel Rosso. Nos giros seguintes o líder passou a abrir vantagem para o brasileiro que também tinha quase quatro segundos de vantagem para o Pedro Aizza, o terceiro colocado.


Na metade das 18 voltas previstas a pista começou a melhorar, Reis levava o Cupra o Leon #77 ao limite e cravava a volta mais rápida, neste momento a desvantagem que era de mais de seis segundos havia caído para apenas três em relação ao líder.


O brasiliense ainda reduziu a diferença para menos de dois segundos, mas foi atrapalhado por retardatários e recebeu a bandeira quadriculada na segunda colocação.


Pela regra do grid invertido entre os 10 pilotos mais bem colocados da corrida 1, Raphael Reis partiu da nona colocação na segunda prova. Na largada o brasiliense escapou das confusões e assumiu o sexto lugar, no entanto, múltiplos acidentes na reta dos boxes causaram a bandeira vermelha.

Na nova largada Raphael Reis alinhou na nona colocação, o brasiliense novamente fez uma largada segura e na segunda volta aparecia em sétimo. Ainda no segundo giro da corrida o piloto da W2 ProGp foi abalroado por Enrique Maglione e parou na grama, Reis ainda retornou para a corrida na 13ª colocação.


Apesar dos danos no Cupra Leon #77, Reis ainda recuperou posições e faltando cinco voltas para o fim era o 10º colocado. Neste momento safety car foi acionado para retirada de um carro que escapou da pista.


Faltando três voltas para o fim aconteceu a relargada, Reis escapou dos incidentes e ganhou uma posição, terminando na 9ª colocação.


O que ele disse:

“A primeira corrida foi complicada com a pista úmida. Tanto eu como o Rosso viemos em um ritmo bom, mas pensamos no campeonato e não arriscamos tanto. Na segunda corrida fiz uma boa largada e vinha em um bom ritmo até que fui jogado para fora da pista pelo Maglione. Agora é pensar em El Pinar e seguir na briga pelo campeonato.”


O próximo compromisso de Raphael Reis pelo TCR South America acontece nos dias 6 e 7 de agosto, novamente no Uruguai, em El Pinar.

5 views0 comments