• Renan Castro

RENTISTAS APRONTA PRA CIMA DO RACING

O time uruguaio faz sua estreia na libertadores conquistando um ponto.


O clube uruguaio que possui apenas uma participação em campeonatos continentais, sendo a Sul-Americana de 2014. Estreou na Libertadores em casa contra um time tecnicamente mais forte e soube utilizar da tática do contra-ataque para surpreender os argentinos.

Jogadores do Rentistas-URU comemoram gol (Foto: Divulgação / Rentistas)

O JOGO


Para quem tinha a esperança de que seria um passeio do Racing para cima do time estreante na Libertadores, quebrou a cara feio. Nas primeiras ações do jogo, quem parecia um estreante em campo foi verdadeiramente o Racing, que sofreu pressão do Rentistas de maneira acintosa. O clube uruguaio pressionou o Racing desde a saída de bola durante quase todo o primeiro tempo, e chegou a ter a primeira chance boa de gol com um chute colocado de Franco Perez, que fez o goleiro experiente Arias trabalhar já no início, ali o goleiro já sentiu o que estava por vir (pelo menos até o intervalo de jogo).


Após bela enfiada de bola no meio da zaga, Salomón Rodríguez saiu na cara do gol porém não com o domínio total da bola, o zagueirão do Racing ainda tentou cortar o chute rasteiro e até desajeitado de Rodríguez mas não teve jeito, a bola entrou caprichosamente no canto de Arias. E assim aos 42 minutos, o nervosismo dos argentinos era claro, ainda mais desperdiçando uma grande chance no final do primeiro tempo. O goleiro do Rentistas, Nicolás Rossi, sai de maneira toda estabanada do gol e deixa livre para Copetti, mas como o atacante não estava no melhor ângulo para chute, bateu desequilibrado para fora do gol.


No segundo tempo a melhora do time visitante foi evidente, e apesar de ainda entrar um tanto desligado, o jogo seguiu com domínio do Racing, mas o time tinha grandes dificuldades de passar por Rossi. Aos 37, após derrubar o atacante do Rentistas próximo do gol, Leonardo Sigali recebeu o segundo amarelo e foi expulso, deixando mais dramática a partida para os argentinos. Porém aos 44, após escanteio cobrado por Lovera, vindo do banco, Cáceres testou forte e empatou o jogo que já parecia ganho pelos uruguaios. Apesar do gol levado o Rentistas pode se sentir orgulhoso da partida, pois bateu de frente com um time que já foi campeão da Libertadores e o primeiro campeão mundial de clubes argentino.

Solomón Rodríguez, o cara do jogo (Foto: Rentistas)

O CARA DO JOGO: O Artilheiro do Rentistas, o jovem Solomón Rodríguez mostrou bastante determinação no jogo, além de marcar o gol que deu o primeiro ponto para o clube em Libertadores deu trabalho para a defesa argentina.


A DECEPÇÃO: Matías Rojas, o camisa 10 paraguaio do Racing fez partida apagada e foi substituído logo no começo do segundo tempo. Talvez se estivesse em noite mais inspirada poderia trazer os 3 pontos para o time argentino fora de casa.


CURIOSIDADE: : A participação do Rentistas na Sul-Americana de 2014 foi bem curta. já na primeira fase das eliminatórias para fase de grupos, o Rentistas perdeu para o Cerro Porteño do Paraguai, no placar agregado de 2 x 1.


CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO:



Recent Posts

See All