• Fernando Lima

Série Especial: Eurocopa 2021

Os treinadores e os seus números pela Euro.


As 15 edições do Campeonato da Europeu de Seleções foram ganhas por 15 treinadores diferentes, com 128 técnicos diferentes a conduzirem os jogos da fase final.


De quem foram as maiores histórias de sucesso da história do EURO?


Vencedores


Todos os treinadores que ganharam uma EURO


EURO 1960: Gavriil Kachalin (URSS)

EURO 1964: José Villalonga (Espanha)

EURO 1968: Ferruccio Valcareggi (Itália)

EURO 1972: Helmut Schön (Alemanha Ocidental)

EURO 1976: Václav Ježek (Checoslováquia)

EURO 1980: Jupp Derwall (Alemanha Ocidental)

EURO 1984: Michel Hidalgo (França)

EURO 1988: Rinus Michels (Holanda)

EURO 1992: Richard Møller Nielsen (Dinamarca)

EURO 1996: Berti Vogts (Alemanha)

EURO 2000: Roger Lemerre (França)

EURO 2004: Otto Rehhagel (Grécia)

EURO 2008: Luis Aragonés (Espanha)

EURO 2012: Vicente del Bosque (Espanha)

EURO 2016: Fernando Santos (Portugal)


Até agora, nenhum treinador ganhou a EURO duas vezes e apenas dois ganharam a EUROCOPA e a COPA DO MUNDO:


· Helmut Schön (Alemanha: EURO 1972, Copa do Mundo de 1974)

· Vicente del Bosque (Espanha: Copa do Mundo 2010, EURO 2012)

Del Bosque foi o segundo treinador a conquistar a Euro e a Copa do Mundo. (Foto: Divulgação/UEFA)

Helmut Schön é o único treinador a comandar duas finais do EURO; sua seleção da Alemanha Ocidental seguiu a vitória de 1972 com uma derrota nos pênaltis para a Tchecoslováquia na edição de 1976.


Berti Vogts tornou-se na única pessoa a vencer o EURO como jogador (1972) e como treinador, quando conduziu a Alemanha ao título em 1996.


Otto Rehhagel é o único treinador a vencer a EURO por uma equipa estrangeira; o treinador alemão conduziu a Grécia à glória na fase final de 2004, em Portugal.


Aos 69 anos e 336 dias no dia da vitória da Espanha na final da EURO 2008 sobre a Alemanha, Luis Aragonés é o treinador mais velho a ter ganhar a EURO.


O treinador mais jovem a ganhar uma EURO é o espanhol José Villalonga, que tinha 44 anos e 192 dias de "jovem" no dia da vitória da Espanha na final de 1964 sobre a URSS. Com 43 anos e 215 dias de idade, o treinador perdedor dessa partida - Konstantin Beskov - continua a ser o técnico mais jovem a alinhar numa final de uma EURO.


NÚMEROS INTERESSANTES:

Joachin Löw tem números impressionantes à frente da Alemanha. (Foto: Divulgação/UEFA)

Os treinadores que mais chegaram em jogos finais

· 17 Joachim Löw (Alemanha 2008, 2012, 2016)

· 15 Lars Lagerbäck (Suécia 2000 *, 2004 *, 2008, Islândia 2016 *)

· 11 Berti Vogts (Alemanha 1992, 1996)

· 11 Fernando Santos (Grécia 2012, Portugal 2016)

· 11 Fatih Terim (Turquia 1996, 2008, 2016)

· 10 Vicente Del Bosque (Espanha 2012, 2016)

· 10 Luiz Felipe Scolari (Portugal 2004, 2008)


Chegaram mais vezes em fases finais

· 4 Lars Lagerbäck (Suécia 2000 *, 2004 *, 2008, Islândia 2016 *)

· 3 Joachim Löw (Alemanha 2008, 2012, 2016)


Mais vitórias nas competições

· 11 Joachim Löw (Alemanha 2008, 2012, 2016)


Com mais empates nas competições

· 5 Fernando Santos (1: Grécia 2012, 4: Portugal 2016)

Treinador do atual campeão, Fernando Santos é o recordista de empates na Euro. (Foto: Divulgação/UEFA)

Com mais derrotas nas fases finais

· 7 Fatih Terim (Turquia 1996, 2008, 2016)


O treinador mais velho

· 73 anos 93d Giovanni Trapattoni (República da Irlanda 0-2 Itália, EURO 2012)

Trapattoni ainda é o mais velho a treinar em uma Euro. (Foto: Divulgação/UEFA)

O treinador mais jovem

· 36 anos 333d Srečko Katanec (Eslovênia 3-3 Sérvia, EURO 2000)


Até o momento, cinco treinadores disputaram a fase final com mais de uma seleção nacional:

· Dick Advocaat (Holanda 2004, Rússia 2012)

· Guus Hiddink (Holanda 1996, Rússia 2008)

· Lars Lagerbäck (Suécia 2000 *, 2004 *, 2008, Islândia 2016 *)

· Fernando Santos (Grécia 2012, Portugal 2016)

· Giovanni Trapattoni (Itália 2004, República da Irlanda 2012)


*Lagerbäck treinou a Suécia junto com Tommy Söderberg em 2000 e 2004, depois liderou a Islândia em 2016 em uma parceria de treinador com Heimir Halgrímsson.

Lars Lagerbäck reverenciado pelo elenco da Islândia após campanha em 2016. (Foto: Divulgação/UEFA)

7 views0 comments

Recent Posts

See All