• Fernando Lima

TROFÉU HENRI DELAUNAY

CONHEÇA UM POUCO MAIS SOBRE O PRÊMIO MAIS COBIÇADO DA EURO

Itália ou Inglaterra vão conquistar a imortalidade futebolística quando um deles ganhar o título do UEFA EURO 2020 em Wembley, Londres, no domingo - e os jogadores e seus adeptos vão entender totalmente a extensão desse feito quando seu orgulhoso capitão erguer o Troféu Henri Delaunay.


O cobiçado troféu que simboliza a principal competição europeia de seleções tem o nome do dirigente francês que desempenhou um papel crucial na criação da UEFA, em Junho de 1954, da qual foi o primeiro secretário-geral até sua morte prematura, em Novembro de 1955.


O SONHO DE HENRI DELAUNAY

Henri Delaunay foi o principal impulsionador do processo que levou ao lançamento da Taça Europeia das Nações, na década de 50, precursora do que viria a ser o Campeonato da Europa da UEFA, um dos principais espetáculos desportivos do Mundo.


Delaunay alimentava o sonho de uma competição de seleções desde 1920. Quando a competição foi finalmente lançada, no Congresso da UEFA, em Junho de 1958, Ebbe Schwartz - o primeiro presidente da UEFA - propôs que, em reconhecimento ao papel desempenhado por Henri Delaunay, o troféu tivesse o seu nome. A tarefa de criar o troféu ficou a cargo de Pierre, filho de Henri Delaunay, que tinha sucedido ao pai como secretário-geral da UEFA em 1956.


IDEIA DO TROFÉU

"Europa é uma palavra de origem grega”.
"Por isso pensei que seria uma boa ideia encontrar um artefato grego antigo, representando uma bola, se possível - e reproduzi-lo na forma de um troféu".
"Um jornalista grego amigo de Constantin Constantaras, membro do Comité Executivo [da UEFA], encontrou uma escultura de um atleta a controlar uma bola, no Museu Arqueológico Nacional de Atenas. O ourives parisiense Chobillon, encarregado do fabrico do troféu, reproduziu-o na taça, do lado oposto ao título".

disse Pierre Delaunay, filho do Henry que substitui o pai como secretário-geral na UEFA.


UMA NOVA VERSÃO


Com a competição a mudar de nome e a ganhar estatuto ao longo dos anos, granjeando tanto prestígio quanto o Campeonato do Mundo e os Jogos Olímpicos, a UEFA decidiu que era necessário reformular o troféu, pois considerava-o demasiado pequeno quando comparado com os troféus de outras competições europeias. A estética mudou mas o nome manteve-se, com a nova versão, da autoria do ourives londrino Asprey, a entrar em cena no UEFA EURO 2008.


A segunda versão do troféu ainda é baseada na versão original. É feito de prata de lei e tem 60 cm de altura, é 18 cm mais alto do que o original e pesa oito quilos, mais dois do que o primeiro troféu. A base prateada foi ampliada para torná-lo estável. Além disso, os nomes dos países vencedores passaram da base para a parte traseira do troféu.


COBIÇADO PELAS ESTRELAS

O goleiro espanhol Iker Casillas teve o privilégio de ser o primeiro capitão a levantar a versão atualizada do troféu, após a vitória da Espanha sobre a Alemanha em Viena. Os melhores jogadores da Europa sentem grande orgulho em representar o seu país e erguer o Troféu Henri Delaunay continua a ser um objetivo de carreira.


Assim, os adeptos de Itália e Inglaterra estão certamente a tentar imaginar como se irão sentir e reagir quando o seu capitão receber o Troféu Henri Delaunay, escrevendo mais um importante capítulo na rica e duradoura história do futebol.

7 views0 comments

Recent Posts

See All